Campanha de vacina contra raiva continua na zona rural de Teresina

No sábado seguinte será a vez das zonas rurais Sul e sudeste.

 A Prefeitura de Teresina dá continuidade à Campanha de Vacinação contra a Raiva com a etapa de cobertura da zona Rural. Começa neste sábado (26), quando as equipes da Fundação Municipal de Saúde (FMS) estarão vacinando cães e gatos dos povoados das zonas Norte e Leste.

 Nesta fase, a meta é imunizar 17.478 animais. Diferente da zona urbana, em que são montados postos fixos pela cidade, na zona rural as equipes de técnicos estarão percorrendo as localidades imunizando os animais em cada propriedade. “Cerca de 30 equipes de técnicos estarão percorrendo as localidades em cada dia de campanha”, conta Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS.

No próximo sábado, serão contemplados os seguintes povoados: Dois irmãos, Campestre, Bela Vista e Boa Hora (zona rural Norte), Soinho, Coroatá, Santa Luz, Cacimba velha e Santa Teresa (zona rural Leste). No sábado seguinte (03 de outubro) será a vez das zonas rurais Sul e Sudeste.

Oriana Bezerra pede que os moradores das regiões deixem seus cães e gatos em casa nos dias de vacinação. “É comum os animais serem criados soltos na zona rural e até mesmo acompanharem os donos em trabalhos na roça. Mas pedimos que neste dia eles os mantenham presos e com um responsável até que as equipes de vacinação cheguem”, lembra a gerente. 

Teresina superou a meta de vacinação na etapa da zona Urbana – ocorrida no último dia 12 de setembro – quando foram imunizados 121.456 cães e gatos em toda a capital. Este valor corresponde a 102% do estimado pela FMS, que era de 118.370 animais.

Os residentes da zona urbana que não puderam imunizar seus bichos de estimação podem se dirigir até a gerência de zoonoses da FMS, que mantém a vacina contra a raiva disponível o ano inteiro. O local está aberto todos os dias da semana, das 8h às 17h, e fica na Rua Minas Gerais, nº 909, bairro Matadouro.

A Raiva é uma doença aguda do sistema nervoso central, que pode acometer todos os mamíferos. A única forma de prevenção é a vacinação dos cães e gatos domésticos, que podem ser transmissores da doença. Teresina não registra casos de raiva em seres humanos desde o ano de 1986. Já o último caso em animais aconteceu em 2011, com um cão que foi infectado no interior do estado.

Clique e acesse mais notícias Image title


Fonte: Assessoria