Campanha de Vacinação contra a Raiva é concluída com êxito em THE

Teresina não apresenta casos de raiva entre humanos desde 1986.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) concluiu no último sábado (03) a Campanha de Vacinação contra a Raiva em Teresina. A meta geral da FMS, que era vacinar uma média de 135 mil animais, foi superada. Ao todo foram vacinados, entre zonas urbana e rural, 141.824 animais, representando uma cobertura de 102,61% e 101,60% respectivamente.

As equipes da Gerência de Zoonoses estiveram, nesta última etapa da campanha, vacinando os cães e gatos dos povoados das zonas rurais Sul e Sudeste. Um total de 9.124 animais dos povoados Alegria, Chapadinha Sul e Altamira (rural Sul), Boquinha, Usina Santana e Estaca Zero (rural Sudeste) foram imunizados no dia 3 de outubro.

Teresina não apresenta casos de raiva entre humanos residentes desde o ano de 1986, já o último caso em animais aconteceu em 2011, com um cão que foi infectado no interior do Estado. “Nossa intenção é sempre manter a boa cobertura vacinal que a cidade apresenta todos os anos. Superamos a meta de vacinação nas zonas urbana e rural este ano e conseguimos cumprir o que foi estipulado pelo Ministério da Saúde”, afirma Francisco Pádua, presidente da FMS.

No último dia 26 de setembro aconteceu a vacinação nas zonas rurais Norte e Leste, onde foram vacinados 11.336 animais. Na zona urbana, a vacinação ocorreu no dia 12 de setembro, e a FMS superou a meta de vacinação, quando foram imunizados 121.456 cães e gatos em toda a capital.

Para que a FMS conseguisse o êxito na vacinação o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde foi essencial. “Eles que mobilizam a comunidade avisando e relembrando a população sobre o dia da vacinação e a necessidade de imunizar os animais”, disse Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da FMS, lembrando ainda que a comunidade também colaborou com o trabalho, facilitando o acesso dos animais no dia da vacinação.

A Raiva é uma doença aguda do sistema nervoso central, que pode acometer todos os mamíferos. A única forma de prevenção é a vacinação dos cães e gatos domésticos, que podem ser transmissores da doença.

 

Fonte: Assessoria