Câncer de pênis vira problema na saúde com mais casos no Nordeste

Na maioria dos casos, a doença causa a amputação do órgão.

Novembro é mundialmente conhecido como Novembro Azul, mês especial para conscientizar os homens sobre os problemas com a saúde. Médicos alertam que além do câncer de próstata existe outro tipo de doença que atinge esse gênero: câncer de pênis.

Embora a quantidade sendo bem menor que o de próstata, esse tipo existe e na maioria das vezes causa a amputação do órgão. Entre todas as regiões do Brasil, a de maior casos registrados é o Nordeste, o que é considerado um problema para a saúde pública.

De acordo com informações do Inca (Instituto Nacional do Câncer), o tumor no câncer representa 2% dos casos entre os homens do país, já o de próstata é o segundo câncer mais existente entre eles - perde para o de pele.

Em 2013, o câncer de pênis matou 396 homens no Brasil já o de próstata, 13.772. "O número de casos no Brasil é alto e subnotificado. Deve ter muito mais, mas não se sabe nada de estatísticas nacionais. São mil amputações por ano no Brasil, número semelhante só ao de Uganda", diz o urologista José de Ribamar Calixto, secretário da Sociedade Brasileira de Urologia, que atua no Maranhão. O Inca não confirma o total de amputações no país.

Image title


Fonte: Com informações do Uol