Candidata sai de casa com 2h30 de antecedência e perde o Enem por 10 segundos

'Todo o esforço de ontem por nada', lamentou ela

A estoquista Joyce da Silva, de 32 anos, chegou dez segundos após o fechamento do portão do segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste domingo (9). Moradora do Itaim Paulista, na Zona Leste de São Paulo, ela foi alocada para fazer as provas na Unip Paraíso, na Rua Vergueiro, no Centro expandido da Capital. Ela diz ter saído de casa às 10h30, mas a lentidão maior dos trens da CPTM e do Metrô a fizeram chegar mais de meia hora mais tarde do que nas provas do sábado (8).

Desolada, Joyce chegou correndo, sem fôlego e chorou durante vários minutos. "Todo o esforço de ontem por nada", lamentou ela. A estoquista trabalha em uma loja no Brás e precisou de uma declaração do Enem para justificar a falta no sábado. "Peguei a declaração ontem mas hoje não vão me dar", disse ela, que pretendia usar a nota do Enem para fazer um curso superior de logística.

A candidata diz que, para chegar do Itaim Paulista até o Paraíso, precisou pegar uma perua até a estação da CPTM, e depois ir de trem até o Brás. Lá, pegou a Linha Vermelha do Metrô até a baldeação com a Linha Azul, na Estação Luz. Depois, seguiu de metrô até o Paraíso.

"Hoje saí às 10h30. Ontem saí 10h15, mas cheguei aqui antes de 12h15", explicou ela.




Clique aqui e curta o Portal Meio Norte no Facebook

 

 

Fonte: G1