Candidata vai à igreja com a mãe, se atrasa e perde prova do Enem

Horas antes do inicio das provas alguns candidatos aproveitaram o momento para realizar uma revisão de alguns assuntos do exame

O fato de a Bahia não ter aderido ao horário de verão não causou muita confusão para os candidatos do Enem neste domingo. Os estudantes aproveitaram a experiência de ontem e chegaram adiantados aos locais da prova. Uma das exceções foi a estudante Adriele Santos que perdeu o horário do exame porque estava na igreja com a mãe em Salvador.

"A culpa foi minha. Ela não queria ir ao culto e eu forcei porque achava que daria tempo. Estou muito triste e desapontada comigo mesma", diz Sidalva Santos, mãe de Adriele.

Horas antes do inicio das provas alguns candidatos aproveitaram o momento para realizar uma revisão de alguns assuntos do exame. "Acho que hoje será o dia mais difícil por causa da redação e da prova de matemática. Por isso, aproveito este momento para revisar. Não quero que nada de errado aconteça no momento da prova", diz Gabriela Gonzales, 19 anos.

A redação é uma das etapas mais temidas por alguns participantes e deve ser elaborada em até 30 linhas, composta por um texto dissertativo-argumentativo a partir de uma situação-problema e de subsídios oferecidos sob a forma de textos motivadores.

Terão nota zero as redações que não atenderem ao tema proposto ou forem desenvolvidas em outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo. Além disso, serão zeradas as provas de redação dos candidatos que copiarem os textos motivadores sem desenvolver argumentos próprios.

"Faço todas as questões com tranquilidade, mas quando chega a hora da redação parece que some tudo da minha cabeça e dá um branco geral. Não consigo construir as ideias e termino me perdendo no meio do texto, mas o que me acalma é que estudei muito e estou bastante preparado", afirmou Alisson Bastos, 17 anos.

Para a estudante Amanda Souza, 18 anos, que quer ser aprovada para o curso de dança na Universidade Federal da Bahia, a maior preocupação dos candidatos deve ser com as pegadinhas que certamente cairão na prova de português. "O Enem tá muito bem elaborado e para mim a atenção é fundamental para não se confundir por besteira. O lance é ler mais de duas vezes a mesma pergunta e somente marcar quando tiver absoluta certeza", opinou.

Além do acesso à universidade, o Enem é pré-requisito para quem quer participar de programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Ciência sem Fronteiras. A pontuação do Enem também servirá para a aquisição do certificado de conclusão do ensino médio para alunos maiores de 18 anos que não concluíram o ensino médio na idade adequada.

A certificação é realizada pelas Secretarias Estaduais de Educação e pelos Institutos Federais de Educação que aderiram a essa modalidade, de acordo com as portarias editadas pelo Ministério da Educação e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) publicada em maio deste ano.

Fonte: Terra