Candidatos a reitor da Uespi participam de último debate antes das eleições

O debate durou cerca de três horas, onde os candidatos foram questionados sobre as suas principais propostas de gestão da Uespi

Os quatro candidatos que disputam a reitoria da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) participaram na última sexta-feira (08) de um debate organizado por alunos do campus Clóvis Moura, situado no bairro Dirceu I, em Teresina. Antonio Honório, Nouga Cardoso, Lucineide de Barros e Benedita Andrade responderam às postulações feitas entre os próprios concorrentes, selecionados em cada vez por meio de sorteio.


Candidatos a reitor da Uespi participam de último debate antes das eleições

O debate durou cerca de três horas, onde os candidatos foram questionados sobre as suas principais propostas de gestão da Uespi, como estrutura física, fundos de investimento e autonomia.

O atual vice-reitor, Nouga Cardoso, candidato da chapa 11, defendeu projetos para crescimento institucional através da busca por mais investimentos do Governo. Entretanto, Nouga também fez duras críticas em suas falas aos seus adversários na campanha, interpretadas como ataques pessoais pelo seu principal concorrente, o candidato da Chapa 22, Antonio Honório .

Um das acusações aconteceu quando o vice-reitor afirmou que as propostas do candidato da Chapa 22, são ?confusas? e ?sem verdade?. Um exemplo mencionado, foi a proposta de criação de fundos de investimento para a instituição. ?Ninguém sabe de onde vem ou para onde vai o recurso desse fundo ou do que se trata essa proposta do professor Antonio Honório?.

O candidato Antonio Honório respondeu que a proposta é muito clara, sendo esta uma estratégia presente em quase todas as universidades estaduais do Brasil. ?O fundo é criado com rubrica especifica e todo recurso é destinado a livros, bibliotecas e laboratórios. Os recursos poderão vir do poder público e da iniciativa privada, por meio de campanhas de solidariedade e pelos serviços que a Uespi presta a sociedade?, justificou o professor Honório.

A candidata Lucineide de Barros defendeu outro ponto de vista sobre a questão dos recursos investidos na Universidade. ?Por uma questão de princípios, a universidade pública se produz com recursos públicos?. A candidata representa a Chapa 33 ?Reage Uespi? e defende uma gestão independente da política.

A candidata pela Chapa 44, Benedita Andrade, em suas falas ressaltou a falta de transparência na gestão da atual reitoria e defendeu a projetos de investimentos em construções de restaurantes universitários nos campi do Estado.

A eleição para reitor da Universidade Estadual do Piauí acontecem no próximo dia 13 de novembro em todo os campi da capital e interior. O voto será registrado através de urna eletrônica e podem votar alunos, professores e servidores efetivos da instituição.

Fonte: Ascom