Cantor Pedro Leonardo mexe o braço durante visita do primo Thiago, diz assessora

Cantor Pedro Leonardo mexe o braço durante visita do primo Thiago, diz assessora

Ele sofreu acidente de carro na última sexta (20) e está em estado grave.

Em coma induzido, o cantor Pedro Leonado Dantas, 24 anos, se mexeu na tarde desta quarta-feira (25). A informação, divulgada no boletim médico desta tarde, foi confirmada pela assessora do sertanejo Leonardo e pai do músico, Ede Cury. Segundo ela, ele moveu o braço para o lado durante a visita do primo e parceiro de dupla Thiago.

"Ele deu uma leve mexidinha no braço e Thiago ficou super emocionado", relatou a assessora. No entanto, ela falou que é preciso ter calma. "É uma situação muito boa o fato dele mexer um braço para o lado, mas temos que ser calmos, porque o estado dele inspira cuidados e é grave", alertou Ede Cury.

Pedro Leonardo sofreu um acidente de carro na sexta-feira (20), que resultou em diversas lesões, entre elas um edema ? inchaço ? no cérebro. Desde então, está mantido em coma induzido, para manter o cérebro tanquilo até que voltasse ao tamanho normal.

Após evolução positiva do quadro neurológico, com redução do edema, os médicos decidiram tirar, gradativamente, a sedação que mantém o paciente em coma. A suspensão das drogas teve início na manhã de terça-feira (24).

Vibrações positivas

Ao chegar no IOG, por volta das volta das 17h desta quarta, o cantor Thiago disse que conversa com o primo durante as visitas: "Estou tentando passar para ele as melhores vibrações".

Na última segunda-feira (23), ele entrou na UTI para ver Pedro e disse e ter falado ao ouvido do canto. "Falei que ele precisa voltar, que a filhinha dele está esperando", relatou.

Confira a íntegra do boletim médico

Paciente vítima de acidente automobilístico com politrauma grave no dia 20-04-12. Apresentando contusão torácica e abdominal, e traumatismo craniano. Evoluiu com edema cerebral grave (Brain Swelling), pneumonia broncoaspirativa sob ventilação mecânica.

No momento encontra-se sob sedação. mantido em ventilação mecânica. E medidas gerais de UTI. Está afebril no momento, em hemodiálise, conforme a nefrologia, com boa tolerância. Ainda necessita do uso de aminas vasoativas em desmame. Mantendo grave, com molhora de resposta motora, tolerando bem diera enteral com aumento do aporte.

Sem mais para o momento,

Wandervan Azevedo,, diretor-técnico da UTI

Newton Tristão, diretor-clíinico do IOG

Edilene Guiotti, neurologista da UTI

Fonte: G1