Cão não sai do lado de dono que morreu atropelado e comove a web

Leonardo estava passeando com Doki quando foi atingido por um táxi.

O cachorro chama-se Doki e emocionou a internet ao se recusar a sair de perto do dono, Leonardo Valdés, de 23 anos, que acabara de morrer atropelado em Concepción, região central do Chile. Pedestres cobriram o corpo com um plástico. A foto, postada pela equipe de emergência que apareceu mais tarde, circulou pelo Facebook e comoveu a web.

Leonardo estava passeando com Doki quando foi atingido por um táxi, o chileno morreu na hora. Doki não se feriu no acidente.

Doki, visivelmente deprimido com o que aconteceu, não saiu do lado do corpo de Leonardo. Pedestres tentaram tirá-lo dali para que ele não sofresse. Mas Doki não queria deixar o local. O resgate demorou mais de uma hora para chegar.

Doki só saiu dali quando o corpo foi levado para uma casa funerária. No velório, segundo familiares, o cão leal ficou a noite toda ao lado do caixão.

Natalia Valdes, mãe de Leonardo, disse ao jornal El DInamo que Doki ficou abatido o tempo todo durante a cerimônia "Leonardo tinha uma forte ligação com Doki. Ele sempre o levava para passear e, em casa, não saía de perto do meu filho", conta Natalia.

O caso foi tema de reportagens nos principais jornais do Chile. Nas redes sociais, internautas comentaram muitos ficaram "emocionados com tanta lealdade e dedicação de um bicho por seu dono", como disseram nas redes.

Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Caso teve repercussão em jornais (Crédito: Reprodução)
Caso teve repercussão em jornais (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Cão não sai do lado do dono (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do R7