Cão salva um bebê que ladrão tentou afogar. "Ela foi a salvação", disse avô

A criança foi tomada das mãos da mãe por assaltantes armados na noite da última terça-feira (3).

A cadela Kesha se tornou a heroína da família após ajudar sua dona a encontrar a filha de um ano, que havia sido colocada em um tambor com água durante um assalto no Bairro Tijucal, em Cuiabá. A criança foi tomada das mãos da mãe por assaltantes armados na noite da última terça-feira (3). Irritados com o choro do bebê, eles tentaram afogar a criança em um tambor com água. A cadela Kesha foi quem indicou à mãe o local em que a criança estava. Os assaltantes fugiram sem roubar nada e, até a manhã desta quinta-feira (5), nenhum deles havia sido identificado. A criança foi socorrida e passa bem.

A mãe conta que por volta das 20h, quando chegava da igreja com o bebê no carrinho, havia dois homens na porta da residência. Os suspeitos armados a renderam e a colocaram em um quarto. ?Aí a minha filha começou a chorar e quando eu fui pegá-la um dos assaltantes a arrancou de mim e a levou para fora do quarto, enquanto o outro me trancou?, lembra a mãe.

Os assaltantes vasculharam os armários e o guarda-roupas do cômodo, mas não encontraram dinheiro, então fugiram. Porém, antes de deixar o local, os assaltantes foram para a parte do fundo da residência, onde havia um tambor de aproximadamente 100 litros, que estava cheio de água. E a criança foi colocada pelos assaltantes dentro desse recipiente na tentativa de abafar o som do choro.

Em seguida, a mãe saiu do quarto em busca da filha e só a encontrou pois a cadela, que vive há cerca de cinco anos com a família e é muito apegada à criança, indicou o local. ?Minha filha foi para a frente da casa e só viu os bandidos correndo de costas e não ouviu mais o choro da criança. Enquanto isso, a cadela estava desesperada, latindo para minha filha. Ela corria para o tambor e começava a arranhá-lo e voltava a latir para ela?, contou o avô, que preferiu não se identificar por medida de segurança. ?A cadela foi a nossa salvação porque minha filha achou que tivessem levado a menina, pois ela parou de chorar, mas aí a Kesha ficou louca?, completou.

Segundo o avô, na sala da casa havia um telefone celular, um aparelho de som, uma televisão e um computador, mas nada foi levado pelos bandidos. De acordo com a Polícia Militar, os assaltantes podem ter se assustado com algo e, por isso, fugiram antes de roubar algum pertence. ?Houve uma tentativa de roubo que se tornou em uma tentativa de homicídio de uma menor. É realmente atípico na capital [mato-grossense]?, observou o tenente coronel da Polícia Militar, Paulo Serbija.

A mãe do bebê não conseguiu identificar nenhum dos suspeitos. A polícia ainda não tem informações sobre a identidade dos assaltantes.





Fonte: G1