Capital piauiense tem cerca de 60 crianças vivendo nas ruas, diz Secretaria de THE

Capital piauiense tem cerca de 60 crianças vivendo nas ruas, diz Secretaria de THE

De acordo com dados da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social (Semtcas) em Teresina existem pelo menos 60 crianças nas ruas

A problemática das crianças e adolescentes em situação de rua ainda causa grande preocupação às pessoas envolvidas na luta contra esse problema em Teresina.

Dados da Secretaria Municipal do Trabalho, Cidadania e Assistência Social (Semtcas) mostram que a capital tem hoje pelo menos 60 crianças e adolescentes nessa situação.

Esses dados são referentes ao número de crianças e adolescentes atendidos pelos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), espalhados pelas quatro zonas da cidade, e pelo Centro Pop, localizado no centro de Teresina.

De janeiro a julho deste ano, essas instituições atenderam 1.004 pessoas, entre crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Desse total, 64 foram crianças e adolescentes.

A gerente de proteção especial da Semtcas, Iracilda Braga, afirma que o número de pessoas nessa faixa etária em situação de rua já foi maior, no entanto, concorda que esse número precisa diminuir cada dia mais.

?Se observarmos que apenas 64 pessoas de todas as mais de mil atendidas este ano são crianças e adolescentes, vamos ver que esse percentual é bem pequeno.

No entanto, o que nós queremos é que esse número de atendimento chegue a zero, pois saberemos que o número de crianças em situação de rua também estará zerado?, disse.

Para que o desejo da gerente de atenção especial da Semtcas seja alcançado, ela alerta para a necessidade de um trabalho conjunto, envolvendo a sociedade, o poder público e as famílias.

?Precisamos que as famílias temem para si a responsabilidade com suas crianças e adolescentes, a sociedade ajuda quando não dá esmola, quando não incentiva o trabalho infantil e o poder público precisa fortalecer suas políticas públicas voltadas para essa questão?, afirmou.

Ela explica que essa parceria ainda não é exercida a contento em Teresina e precisa ser fortalecida, com cada um assumindo o seu papel. Para alertar a população sobre essa realidade, foi realizado durante toda a manhã de ontem um evento na Praça da Bandeira, com apresentações e panfletagens. Vários grupos de crianças e adolescentes ligados à Semtcas fizeram apresentações culturais no Teatro de Arena da praça.

Fonte: Pollyana Carvalho