Capitão da PM é detido por agressão e injúria após bate-boca em boate no DF

PM não comentou caso; briga teria começado por causa de conta não paga

Um capitão da Polícia Militar do Distrito Federal foi levado para a corregedoria da corporação na madrugada deste domingo (22) suspeito de agredir com ofensas raciais e empurrões um sargento da PM. A boate funciona na quadra 4 do Setor Gráfico Sul e tem em sua programação shows de strip-tease.

A PM não esclareceu os detalhes da ocorrência. O G1 apurou que o capitão da PM é lotado no Centro de Polícia Comunitária e Direitos Humanos. Ele foi autuado em flagrante, com base no Código Penal Militar, por injúria e violência contra militar de patente inferior. O oficial estava na boate junto com outro capitão, lotado em Pernambuco. Nenhum deles estava em serviço.

Por volta das 4h15, um carro da PM foi acionada para verificar uma discussão na boate por causa do não pagamento de bebidas consumidas. Ao chegar, o sargento que estava no carro tentou conversar com os dois capitães. Um dos oficiais, mais exaltado, supostamente agrediu o sargento com ofensas raciais e empurrões.

A PM também não esclareceu que providências foram tomadas com relação ao capitão de Pernambuco.

Fonte: G1