Caprinos do Piauí são os melhores do país. Veja!

Na Fenagro o Piauí ganhou o melhor campeão da raça, o campeão reservado que consiste no segundo lugar.

Animais piauienses ganham reconhecimento em feira agropecuária e produtor piauiense é reconhecido o melhor do país. Depois de ter alcançado o título de risco médio da febre aftosa, o Piauí teve um caprino da raça Anglo ? Nubiana, como sendo o melhor animal de todo o país. O destaque ressalta a qualidade genética que se torna cada vez mais valorizada entre os produtores estaduais. O melhoramento genético ganha mais espaço e deve ser um dos desafios da pecuária do Estado nos próximos anos.

Na Fenagro o Piauí ganhou o melhor campeão da raça, o campeão reservado que consiste no segundo lugar. O animal vencedor levou ainda o título de melhor progênie de pai e de mãe. Outro título que foi destaque mas que está relacionado não diretamente aos animais e sim ao seu produtor. O melhor produtor do país também foi reconhecido e a vitória veio para o piauiense de União, Paulo Zabulon. O animal vencedor teve metade de seu passe vendido para empresa de genética de

São Paulo, o valor da transação foi de R$ 49 mil.

Com o processo de vacinação estruturado já é possível participar de feiras em outros Estados inclusive naqueles onde o risco de contaminação pela aftosa já foi sanado ou está sob controle. Os caprinos vencedores do Piauí participaram da Feira Nacional de Agropecuária (Fenagro), no Estado da Bahia, onde o risco é livre, no entanto esses animais passaram por um processo de avaliação para ganharem autorização na participação.

O criador que foi campeão é da cidade de União e já trabalha com o desenvolvimento genético há mais de 10 anos. ?O reconhecimento é uma forma de garantir a manutenção dos investimentos no setor e abre porta para que outros produtores possam participar de feiras como essa e consolidar o cenário de produção caprina bem como de outros?, relatou o gerente de Defesa Animal, da Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Piauí (Adapi), Raimundo José Mendes.

Participaram desta edição da Fenagro, 35 animais do mesmo produtor. Estes tiveram que passar por um processo rigoroso de avaliação de sanidade. Primeiro esses animais ficaram de quarentena no Piauí, em seguida passaram por exames de sorologia para sondagens de possíveis contaminações e em seguida mais um período de quarentena já dentro do Estado do Bahia. O Piauí também desenvolve melhoramento genético em bovinos na região de Corrente, com Nelore. (T.T.)

Desenvolvimento Agropecuário já chega em 182 municípios do Piauí

Consolidar as ações de defesa animal é uma meta para se ultrapassar as barreiras de produção. Para isso a Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Piauí (Adapi), fecha o ano de 2010, com escritórios instalados em 182 municípios. Em cada uma dessas cidades é possível encontrar um posto de atendimento com equipamentos para que os agropecuaristas do Estado estejam em um contato próximo com os profissionais de defesa animal.

Com o maior alcance a Adapi agora pode realizar o cadastramento e o conhecimento de todo o setor agroprodutivo. A meta da instituição é alcançar todas as cidades do Estado ainda em 2011. ?A criação das bases cadastrais é uma forma de conhecer a realidade de todos os animais produzido no Estado?, relata o gerente de Defesa Animal, da Agência de Desenvolvimento Agropecuário do Piauí (Adapi), Raimundo José Mendes.

O trabalho realizado junto a esses escritórios deve fortalecer toda a cadeia produtiva porque universaliza os serviços de desenvolvimento agropecuário. Agora a instituição é a terceira do Estado em expansão nos municípios ficando atrás apenas do Emater, que possui representatividade em todas as cidades do Piauí, e da defesa civil que possui órgãos representativos em todas as prefeituras municipais das cidades piauienses.

?Essa representatividade dá garantias ao homem do campo e fomenta uma aproximação dos veterinários, agrônomos e outros profissionais dos produtores do Estado e consolidam o desenvolvimento de uma forma global?, concluiu Raimundo José. (T.T.)

Fonte: Thays Teixeira