Carros paraguaios são vendidos ilegalmente no Paraná

Veículos do Paraguai são oferecidos com preços até 40% mais baratos

Muitos brasileiros à procura de carro mais barato estão se interessando por ofertas anunciadas na fronteira do Brasil com o Paraguai. No entanto, a vantagem é criminosa. O consumidor é atraído pelos anúncios nos jornais, que destacam carros de 30% a 40% mais baratos que o preço de mercado e “livres de impostos”. Outro dado importante: a placa é paraguaia.

No Paraguai, carros são até 40% mais baratos que no Brasil. Esses automóveis não pagam IPVA, licenciamento ou seguro obrigatório no Brasil. As multas que levam dificilmente são cobradas, já que eles estão registrados em outro país. Mas todas essas vantagens são na verdade crimes. Um brasileiro não pode simplesmente comprar um carro estrangeiro para rodar aqui. “A única condição em que é cabível isso é se ele residir no Paraguai. Se ele tiver residência no Brasil ele não poderia utilizar um carro de placa estrangeira”, disse Gilberto Tragancin, da Receita Federal.

Ter um carro desses morando em Foz pode dar até quatro anos de prisão, além da perda do veículo. Mas quem vende esses automóveis ilegalmente no Brasil geralmente oferece a solução: um novo documento para o veículo. Para burlar a lei, os criminosos chegam a cobrar R$ 250 pelo documento.

Fonte: g1, www.g1.com.br