Audi A3 é um sonho de consumo por R$ 95.000,00; confira novo protótipo da marca alemã.

Audi A3 é um sonho de consumo por R$ 95.000,00; confira novo protótipo da marca alemã.

Os engenheiros da Audi responsáveis pela estrutura desse A3 fizeram um bom trabalho

Dois irmãos vivem situações difíceis pelo simples fato de um deles ser policial. O outro é um ex-detento que volta ao mundo da criminalidade. Essa situação é parte do contexto do filme "Laços de Sangue" (Blood Ties), do francês Jacques Maillot. Isso nas telas, e no mundo em que vivemos, é possível tantas diferênças entre irmãos? Está comprovado que, pelo menos, a resposta é positiva.

Clique aqui e veja como foi a chegada da Marca Audi no Piauí

É o que ocorre com o Audi A3 e-tron e com o Clubsport quattro. Enquanto o primeiro é um pacato híbrido do tipo Plug-In, feito para atender as normas de emissão europeias, que pode rodar por até 50 km de maneira totalmente limpa (de acordo com a fabricante) e já está à venda a partir de 37.900 euros, o outro é um protótipo com incríveis 525 cv produzidos por um motor 5 cilindros turbo.

O e-tron ainda exibe um comportamento absolutamente silencioso. Com as baterias devidamente carregadas, o Sportback arranca de maneira absolutamente discreta, com um zunido percebido apenas dentro do carro, provocado pelo motor elétrico. O torque de 35,7 mkgf está disponível de imediato — o que ainda pode provocar algum susto nos desavisados — e requer algum tempo até que o condutor se acostume com isso, bem como com as opções de modo de condução e de recuperação de energia. Sem falar, claro, do tempo necessário até que as baterias sejam totalmente recarregadas. Nada parecido com um automóvel com motor a combustão.

Rapidez discreta
Em ação, o e-tron não faz feio. Afinal, sob o capô ele conta com o auxílio do bom motor 1.4 TFSI, com 150 cv e 25,5 mkgf, que garante força adicional nos momentos em que é preciso. Até 130 km/h, o sistema elétrico dá conta do recado sozinho e em agradáveis estradas secundárias repletas de curvas, o A3 e-tron apresenta um comportamento dinâmico similar ao do seu irmão 240 kg mais leve e desprovido de propulsão auxiliar. Pode acreditar.

Os engenheiros da Audi responsáveis pela estrutura desse A3 fizeram um bom trabalho, e as molas e os amortecedores se mostram muito bem adaptados à carga adicional proporcionada pelo conjunto elétrico. Quanto ao conforto, não há muita diferença, ou seja, é razoável. A potência total de 204 cv mostra-se perfeitamente adequada ao carro, embora o promissor ronco do 4 cilindros só se faça ouvir em poucos momentos. O torque de 35,7 mkgf contribui para o bom desempenho, mesmo com o peso adicional.

Na hora de recarregar as baterias de íons de lítio, o A3 e-tron pode ser conectado a qualquer tomada doméstica, por meio da qual o tempo médio é de 2h30min. Mas, por um custo extra mensal de 8,95 euros (mais 27 centavos por kW/h), a empresa oferece a instalação de um carregador doméstico que utiliza apenas energia “verde”, fornecida por uma empresa particular. Essa opção é destinada aos mais radicais, que fazem questão de usar apenas eletricidade produzida a partir de fontes “limpas” (usinas eólicas ou solares, por exemplo).

Bem, não é provável que a Audi consiga oferecer um acordo com fabricantes de gasolina e de lubrificantes, mas a fabricante de Ingolstadt deve, ao menos, se comprometer em manter a tradição de produzir motores com um ronco tão empolgante quanto o 5 cilindros da quattro GmbH. No protótipo avaliado, pode se perceber nitidamente que o motor tem potencial para produzir os 525 cv e 61,2 mkgf, mesmo em uma versão definitiva. Uma provocação para o motor produzido pela Mercedes-AMG (com “apenas” 365 cv)? “Bem, talvez a gente não consiga entregar tanta potência no modelo definitivo”, despistou Heinz Hollerweger, responsável pela quattro GmbH. Mas já se pode imaginar o que vem por aí.

Rugido em vez de zunido
De qualquer forma, o protótipo Clubsport quattro provoca muitos debates, mesmo no centro de treinamento da Audi em Neuburg. Afinal, o modelo foi produzido a partir de um S3 e deve suportar um certo estresse. Uma vez acionado, o motor 2.5 produz um som que lembra rápidas erupções em um timbre grave, que ressoa pelo ambiente.

Mesmo assim, a injeção direta permite ao motor produzir menos de 200g de CO2 por quilômetro, lembra Hollerweger. Vamos verificar o consumo de combustível? Para falar a verdade, ninguém se importa com isso. Acionando o câmbio robotizado de dupla embreagem e 7 marchas, saímos a toda. O motor do Clubsport ruge furiosamente, aumentando a voz em direção aos 6.000 rpm. Dentro do carro, as trocas de marcha provocam alguns solavancos que dão a impressão de que podem causar danos ao pescoço, mas é só questão de costume. Uma curva se aproxima, freio e... Ops! Ficou escuro no retrovisor interno. Alguém esqueceu de fechar a tampa do porta-malas? Nada disso, é o aerofólio, que se ergue como um freio aerodinâmico, com o objetivo de auxiliar nas desacelerações.

O A3 comporta-se de maneira exemplar na pista, auxiliado pelas enormes rodas de 21”, pela direção com assistência elétrica muito precisa e rápida e, principalmente, pela tração nas quatro rodas. O som produzido é outro destaque. O ronco vigoroso do 5 cilindros faz qualquer motorista se sentir impelido a acelerar. Parece feitiçaria. Então, sr. Hollerweger, insistimos: por favor, não mudem a acústica do carro!

Como um legítimo modelo de pista, o Clubsport quattro encanta em ação. O trabalho no câmbio é rápido, e as correções nas saídas de curva ocorrem com facilidade. Mas lembre-se: estamos rodando sobre um asfalto perfeito, sem irregularidades. Como seria na vida real? Impossível saber. Será esse o motivo de tanta demora até que o Clubsport assuma seu papel como o futuro RS 3? Heinz Hollerweger se limita a sorrir. E a versão cupê? Essa será restrita a Estados Unidos e China. No resto do mundo, o RS 3 deverá surgir apenas na configuração Sportback, similar ao seu “irmão” e-tron. Que família...

Ficha técnica Audi A3 e-tron

Motor (disposição/cilindros): L4
Cilindrada (cm³): 1.395
Potência (cv/rpm): 150 a 5.000
Torque (mkgf/rpm): 25,5 a 1.600
Potência motor elétrico (cv): 101,9
Torque motor elétrico (mkgf): 33,7
Potência combinada (cv): 204
Dimensões (C/L/A, mm): 4.312/1.785/1.424
0 a 100 km/h (s): 7,6
Vel. máxima (km/h): 222
Consumo médio (km/l): 66,7
Preço básico (euros): 37.900

Ficha técnica Audi A3 Clubsport

Motor (disposição/cilindros): L5
Cilindrada (cm³): 1.499
Potência (cv): 525
Torque (mkgf/rpm): 61,2 a 2.300
Dimensões (C/L/A, mm): 4.490/1.856/1.382
0 a 100 km/h (s): 3,6
Vel. máxima (km/h): 310





 

Fonte: Carro Online