Como novo motor flex 2.5, Chevrolet S10 se torna a picape mais potente do Brasil

Desde o ano passado, S10 e Ranger dividem a liderança, com 200cv cada.

Numa alusão aos pôneis malditos (aquela propaganda da Ninssan Frontier de 2011) as picapes médias deram início a uma corrida de cavalos. A Ford Ranger, GM S10, VW Amarok e a própria Frontier buscaram se alternar como os modelos mais potentes a díesel. Em 2013, a S10 e a picape Ranger passaram a dividir a liderança, com 200cv cada.

Quanto aos modelos flex, a coisa andava morna. Isso até a Chevrolet dar a nova cartada: a S10 2015, lançada na semana passada, ganhou um novo motor 2.5 flex com 206cv (o antigo 2.4 flex rende 141cv). Além disso, supera em 1cv a Mitsubishi L200 Triton 3.5 V6 flex. Assim, alcança o posto de picape mais potente à venda no Brasil.

CONSTRUÇÃO MODERNA

O motor quatro cilindros Ecotec SIDI Flex é novo, mas não inédito. Lá fora, equipa os sedãs Chevrolet Malibu e Cadillac ATS. Feito de alumínio e com duplo comando de válvulas (com variadores de fase), entrega 206cv com álcool e 197cv com gasolina.

Na prática, a S10 2.5 flex é mais rápida do que muito carro metido a esportivo. A GM diz que faz o 0 a 100km/h em 9,1s! A máxima, limitada eletronicamente, é de 163km/h . Esse número quebrado corresponde a exatas cem milhas por horA.

A injeção direta do combustível na câmara de combustão acabou com a necessidade de tanquinho de partida a frio. Outra novidade é o câmbio manual de seis marchas.

As suspensões dianteira e traseira foram recalibradas. O conjunto ficou mais rígido e a direção, mais direta. Mas não espere o desempenho dinâmico de um Cruze hatch, ok?

A cabine ganhou painel com novas texturas, moldura central com material preto brilhante e volante ligeiramente diferente. O isolamento acústico melhorou. Já era hora...

Apesar da chegada do novo motor 2.5, o antigo 2.4 flex (141cv) e o 2.8 diesel (200cv) continuam em linha. Com isso, a S10 tem 14 versões com diferentes opções de motor, tração, carroceria e acabamento.


A mais em conta (CS 2.4 flex 4x2 manual) custa R$ 69.800 e a mais cara (CD 2.8 diesel 4x4 automática) vai a R$ 142.400.

Já a nova S10 2.5 flex só sai com a caixa manual. Começa em R$ 86.400 (CD 4x2) e vai a R$ 103.700 (CD 4x4).

MAIS NOVIDADE A CAMINHO

No Salão de São Paulo, no fim do mês, o motor V6 da Trailblazer ganhará injeção direta e a potência subirá dos atuais 239cv para algo em torno de 280cv. O utilitário, que já é o carro mais potente feito no Brasil, manterá seu título — agora com folga.

Clique aqui e curta a página do meionorte.com no Facebook

Fonte: OGlobo