Confira o novo Renault Sandero Stepway produzido para a Rússia e para o Brasil

Confira o novo Renault Sandero Stepway produzido para a Rússia e para o Brasil

A suspensão também é adaptada às condições nem sempre muito convenientes

Para o Brasil e para a Rússia o novo Sandero está sendo projetado pela Renault não apenas como uma nova versão. A esportiva Stepway está mais completa e com um visual melhorado e mais específico para os mercados emergentes que exigem maior requinte.

O modelo é uma das atrações do Salão de Moscou e também estará no Salão do Automóvel de São Paulo, que começa no final de outubro.

Em comparação com a versão vendida na Europa pela subsidiária Dacia, as mudanças vão além da grade dianteira com um logotipo diferente, exibindo novos para-choques com protetor de choque e tomada de ar inferior diferente na dianteira e refletores emoldurados por plástico preto que simula saída de ar na traseira. Mas também há mudanças técnicas.

Ao menos para a Rússia, o Sandero Stepway 2015 tem bateria de maior capacidade e alternador mais potente, tanque de combustível em aço e sistema de partida a frio específico para suportar a temperatura das zonas mais frias do país. A suspensão também é adaptada às condições nem sempre muito convenientes das vias do país, mas isso nem é tão diferente do que temos no Brasil.

Por dentro não há alterações relevantes, apenas alguns apliques decorativos. Mas, claro, há mais equipamentos do que em um Sandero convencional, com direito a controle de estabilidade, piloto automático, sistema de navegação, seis airbags, ar-condicionado automático e sensores de estacionamento, equipamentos que o modelo anterior não oferecia e muitos deles também não estarão por aqui. Os motores são o 1.6 8v de 82cv e 13,5kgfm e o 1.6 16v de 102cv e 14,6kgfm de torque. O câmbio é sempre manual de cinco marchas. O novo Renault Sandero Stepway 2015 para o Brasil será apresentado no Salão do Automóvel, em outubro, e deverá chegar às lojas no início do ano que vem. Por aqui ele deverá contar com o motor 1.6 8v flex de 106cv combinado ao câmbio manual de cinco marchas, e ainda estrear um novo câmbio automatizado com o mesmo número de relações. Preços ficarão próximos aos do modelo antigo.

Fonte: OGlobo