Conheça os 4 carros mais esperados para o 2º semestre no Brasil

Confira os 4 carros mais esperados para o segundo semestre

Algumas montadoras planejam novidades para o segundo semestre de 2015 no setor automotivo no Brasil. Uma SUV da Nissan e uma picape da Renault estão entre os lançamentos previstos e muito aguardados. Confira os 4 carros mais esperados para o segundo semestre:

Qashqai, da Nissan

Image title


O nome pode ser difícil de pronunciar, mas o Qashqai, da Nissan, é um dos lançamentos mais aguardados para o segundo semestre do ano no Brasil. O Qashqai é um SUV, segmento que mais cresce no país, e vai marcar a entrada da montadora japonesa nesse setor por aqui. Sua estreia deve ocorrer no fim do ano e o preço sugerido ficará entre 90 mil a 100 mil reais.

Sandero RS (esporte), da Renault

Image title


Com motor 2.0 e 150 cavalos, o novo Sandero R.S é outra novidade aguardada para o ano. O modelo é um esportivo com seis marchas, freio a disco nas 4 rodas e virá equipado com RS Drive, que permite selecionar diferentes modos de condução.

O Sandero RS deve ser chegar ao mercado ainda no terceiro trimestre do ano. A novidade marca a entrada da montadora francesa no segmento esportivo no país.

Duster Oroch, da Renault

Image title


Apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo no ano passado, a versão picape do Renault Duster deve chegar às lojas em novembro. O modelo será fabricado em São José dos Pinhais (Paraná) e virá equipado com motor 2.0 flex com 142 cavalos inicialmente. A Oroch terá cabine dupla e vai disputar mercado modelos já consagrados no segmento de picapes leves.

A3 sedan flex, da Audi

Image title


A Audi está cheia de novidades para o segundo semestre deste ano no Brasil, como a repaginada no visual das famílias A6 e A7 e o lançamento da SUV Q7; mas, sem dúvida, o lançamento mais esperado é a chegada do A3 sedan flex - o primeiro da montadora alemã com o motor bicombustível.

Ainda sem data fechada para chegar às concessionárias, o modelo será produzido na fábrica da Audi no Brasil.




Fonte: Com informações da Revista Exame