GM investe R$ 13 bilhões no Brasil para trocar toda linha

Será fabricada no Brasil e em outros países emergentes

Image title


A GM anunciou nesta terça-feira (28) um investimento de R$ 6,5 bilhões no Brasil até 2019 para a produção de uma nova família global de veículos, que será fabricada no Brasil e em outros países emergentes a partir de 2019.

A marca almeja produzir 2,5 milhões de unidades no mundo por ano, a partir de 2020.Estes R$ 6,5 bilhões divulgados agora complementam outros R$ 6,5 bi anunciados em agosto do ano passado (totalizando os R$ 13 bilhões), que fazem parte do planejamento da marca para a construção de veículos compactos para mercados emergentes em acordo com a chinesa Saic.

Image title


Sabe-se, por enquanto, que o sucessor do Celta será derivado visualmente da nova geração do Spark. Produzida por um time multinacional de engenheiros (que inclui alguns brasileiros), a nova linha será inteiramente feita sobre uma plataforma totalmente nova, não terá qualquer derivação ou compartilhamento de peças com a atual GSV (que produz a linha Onix/Prisma/Cobalt/Spin/Cruze/Tracker) e será focada em segurança ativa e passiva, tecnologia e baixo consumo de combustível.

"Estamos cientes da atual situação econômica do Brasil, mas acreditamos no país e na recuperação do mercado, que é fundamental para a GM", explica Jaime Ardila, presidente da General Motors América do Sul. "Já passamos por situações complicadas no Brasil e em outros lugares e nos saímos muito bem. É por isso que estamos apostando e investindo novamente por aqui", complementa Dan Ammann, presidente global da GM.

Image title


Fonte: UOL