Mundo terá 150 milhões de carros ligados à internet até 2020

Qualquer usuário de dados móveis se sente aliviado ao entrar em um carro e saber que pode ser socorrido por energia de fornecimento seguro.

"As duas invenções do século, o automóvel e o computador, estão gradualmente convergindo. Precisamos projetar a mobilidade do futuro ainda mais inteligente e conectada", afirmou Martin Winterkorn, presidente mundial da Volkswagen, ao comentar por que chegou a hora de os fabricantes de carros de massa entrarem de cabeça na onda dos carros conectados.

Nos últimos anos, apenas as marcas de luxo -- como as alemãs Audi, BMW e Mercedes-Benz -- investiram nessa tecnologia pois, inicialmente, é algo caro e que apenas clientes de maior poder aquisitivo têm como pagar.

No entanto, o automóvel vem se tornando um notável dispositivo móvel -- não portátil, evidentemente -- que entre outras vantagens não depende de uma bateria de baixa autonomia como telefones inteligentes ou tabletes.

Qualquer usuário de dados móveis se sente aliviado ao entrar em um carro e saber que pode ser socorrido por energia de fornecimento seguro. No Facebook, maior rede social, o acesso móvel já supera o fixo via PC na média mundial. Ao mesmo tempo, os 36 milhões de veículos conectados já existentes vão quadruplicar para 152 milhões até 2020, segundo pesquisa da americana IHS.

Fonte: UOL