Nissan aproveita fraude nas emissões para comprar 34% da Mitsubishi

As ações da Mitsubishi Motors valiam 495 yens na quarta-feira

O construtor de automóveis japonês Nissan vai adquirir, por via de aumento de capital, 34% do seu compatriota Mitsubishi Motors, que se vê envolvido num escândalo de fraude, por 1,9 mil milhões de euros, segundo documentos oficiais hoje publicados.

Nas informações transmitidas à Agência de Serviços Financeiros (FSA) e consultadas pela agência de notícias francesa France Presse, a Mitsubishi Motors explica que vai emitir para a Nissan 506,6 milhões de ações ordinárias, a um preço de 468,52 yens a unidade, o que corresponde a um montante total de 237,36 mil milhões de yens (1,9 mil milhões de euros).

As ações da Mitsubishi Motors valiam 495 yens na quarta-feira, pouco antes dos relatórios das reuniões entre os dois grupos, valor que cresceu 16,16% na quinta-feira para 575 yens, depois de confirmadas as negociações.

O acordo selando a aquisição por parte da Nissan deverá ser assinado até 25 de maio, para uma transação que tem de estar efetivada em outubro.

Com esta operação, a Nissan Motors vai tornar-se o maior acionista da Mitsubishi Motors Corporation (MMC), frente à Mitsubishi Heavy Industries Group, que detém 20% das ações.

Está agendada para a tarde de hoje uma conferência de imprensa conjunta entre os dois grupos, em Yokohama, no Japão.


Image title

Fonte: Com informações do Economia ao Minuto