Novo Nissan New March 1.0 aumenta a potência com motor mais moderno e econômico

Andamos no hatch com o novo motor de três cilindros e 77 cv

Você conferiu há pouco as novidades do New March 2015, que agora terá versões com motores 1.0 de três cilindros com 77 cv (3 cv a mais que o motor anterior, com 4 cilindros), e 10 mkgf de torque. Já é possível dizer, em pouco mais de 20 km percorridos em praticamente linha reta no Rio de Janeiro, que o antigo motor não vai trazer saudades, pois o novo propulsor tricilíndrico é muito melhor. Ainda não fizemos os testes de consumo e de aceleração, mas a princípio é possível notar grandes evoluções.

O motor HR10 é uma derivação de um propulsor que a Nissan já tem na Europa, o HR12, que é também conta com 3 cilindros, mas 1.2 l de deslocamento e é movido apenas a gasolina. O New March 2015 está mais esperto e com fôlego que impressionam. A potência não chega perto da que o Ford Ka (85 cv) proporciona, mas a sensação é de um carro finalmente acertado.

A cerca de 2.500 rpm já estão disponíveis 9 mkgf de torque, um ponto positivo frente a outros tricilíndricos, que normalmente apresentam a potência e torque acima dos 3.000 rpm. Não é perceptível, em baixas rotações, que “falta” um cilindro. As retomadas de velocidade em terceira marcha são realizadas de forma segura, trazendo bastante agilidade ao hatch. O único problema ainda está na alavanca do câmbio, que tem engates pouco precisos, longos e ruidosos. Por vezes o motorista se pega engatando a terceira marcha quando deveria utilizar a quinta.

Para tentar suavizar as vibrações incômodas característica dos motores de 3 cilindros a Nissan adicionou contrapesos à polia do virabrequim e ao volante do motor (este é depois acoplado ao câmbio). E deu resultado positivo, pois ele certamente vibra menos que os VW up! E Fox Bluemotion.

O pedal do freio ainda continua muito mole, mas nada que não seja fácil de lidar com o tempo. A Nissan apresentou um bom argumento para trazer esse novo motor: “o segmento de hatches compactos corresponde a 41% do total do mercado brasileiro. E desse montante, 61% dos carros tem motor 1.0”, disse o presidente da Nissan do Brasil, François Dossa. Por isso, as vendas do hatch começam em março e ele virá em 3 versões: 1.0 com ar-condicionado e direção elétrica, 1.0 S os equipamentos citados na versão de entrada mais trio elétrico e chave com telecomando e o 1.0 SV, que tem os itens da S mais rádio com conexão bluetooth, faróis de neblina, aerofólio, volante com comandos de rádio, roda aro 15” de liga leve.

Agora a Nissan promete contagiar o consumidor brasileiro com a nova proposta do March e, assim, comercializar por volta de 3.000 unidades mensais, ritmo que pretende manter até o fim do ano.





Fonte: Terra