Casa dos estudantes de Teresina está sem refeitório e lavanderia

Reforma inacabada prejudica estudantes que moram na casa

As problemáticas da Casa do Estudante de Teresina não são novidade para quem conhece o local, aos estudantes que lá moram ou que acompanham os noticiários da capital. Sujeira, insegurança, más condições elétricas, hidráulicas, falta de auxílio-refeição e, para completar, uma reforma inacabada que derrubou parte do prédio e deixou os cerca de 150 estudantes sem refeitório e sem lavanderia.

A realidade dos estudantes que dependem da Casa do do Estudante, localizada na Rua Rui Barbosa, no centro de Teresina, não é nada fácil. Moradia de alunos das mais diversas instituições de ensino da capital, os moradores, vindos de outras cidades e até de outros estados, precisam do local para se manter estudando na cidade, como é o caso de Cleriston Damásio, de Uruçuí.

“Eu vim da minha cidade para estudar Direito aqui em Teresina e, infelizmente, minha mãe não pôde alugar um apartamento para mim. Ficamos sabendo da Casa do Estudante através de um amigo e viemos para cá, mas a situação é muito precária. Tudo por aqui está ruim”, relata.

Gilberto Machado, que mora no local há um ano e meio quando chegou de Granja, no Ceará, lamenta a situação do local. “Para quem vem de outros lugares, a Casa é uma porta que se abre, mas essa situação é inaceitável”.

Mantida pela Secretaria de Educação do Estado (SEDUC), o local viu uma reforma ser iniciada pouco antes do período eleitoral. Na reforma, o refeitório, a lavanderia e a sala de estudo tiveram seus tetos retirados e paredes quebradas. Porém, pouco mais de 30 dias após o inicio da reforma, os funcionários não permaneceram no local e, atualmente, nada está sendo feito.

A SEDUC não foi encontrada para comentar o caso do abandono da reforma e as más condições dos moradores da Casa do Estudante.

Fonte: Jornal Meio Norte