Casal achado morto dentro de veículo em garagem é enterrado na mesma sepultura

Casal achado morto dentro de veículo em garagem é enterrado na mesma sepultura

iogo Quadros e Verônica Leão foram encontrados em garagem de casa.

Os corpos do casal Diogo Moreira Quadros, de 23 anos, e de Verônica Souza de Leão, de 21, encontrados mortos dentro de um carro na garagem de uma casa no bairro da Covanca, em São Gonçalo, foram enterrados na mesma sepultura, no Memorial Parque Nycteroy, na Região Metropolitana do Rio. O sepultamento ocorreu por volta das 13h e os familiares do casal, bastante abalados, não quiseram falar com a imprensa. Durante o enterro, menbros da Marinha entregaram à bandeira do Brasil para a mãe de Diogo.

"Foi uma fatalidade da vida que só Deus pode explicar. A única coisa que dar para dizer agora é que a dor é muito grande para os familiares. Sabe Romeu e Julieta? Foi um caso assim. Eles eram dois jovens responsáveis e muito apaixonados", afirmou Cristiane Leão, tia de Verônica, destacando que a família não suspeita mais de crime e tem certeza que foi um acidente.

Cerca de 200 pessoas acompanharam o enterro do casal.

Na quarta-feira (19), o delegado Wellington Vieira, da Divisão de Homicídios de Niterói afirmou que trabalha com três hipóteses para a morte do casal: acidente, suicídio e homicídio.

"Os corpos estavam em avançado estado de putrefação, mas pela primeira perícia realizada não foram verificados vestígios de violência ou marcas de tiros. Nenhuma das hipóteses foi descartada", afirmou Wellington Vieira, acrescentando que apenas o laudo do IML , que deverá sair em 30 dias, poderá precisar a causa da morte.

O delegado da DH de Niterói informou ainda que a casa, de número 258 da Rua Doutor Pio Borges, pertencia ao pai de Verônica. Segundo ele, o local ainda não havia sido investigado porque a família não informara a existência do endereço à polícia.

Já o delegado da 73ª DP (Neves), Henrique Vianna, que investigava o desaparecimento, afirmou que o casal morreu asfixiado por monóxido de carbono.

Mau cheiro na casa

Segundo o titular da DH de Niterói, Wellington Vieira, ao passar pela casa, uma pessoa próxima à família de Verônica sentiu um cheiro forte vindo da garagem e avisou a polícia.

As compras feitas pelo casal, na quinta-feira (13), quando as vitimas desapareceram, estavam dentro do carro e a chave na ignição.

Wellington Vieira disse que não pode afirmar se o ar-condicionado do veículo estava ligado, já que o modelo do carro é antigo. "Será feita uma perícia complementar para verificar o sistema de refrigeração e o GNV [Gás Veicular Natural]", afirmou o delegado. Ele também não disse se o casal estava vestido.

Muito abalados, o pai e o avô de Verônica foram amparados por familiares e não quiseram dar entrevista.

Casa seria usada pelos noivos

De acordo com um amigo da família de Verônica, o imóvel seria usado, possivelmente, pelos dois após o casamento.

O Disque-Denúncia chegou a oferecer R$ 2 mil por informações que levassem ao casal, que sumiu após ser assaltado em São Gonçalo. Nesta terça (18), começou a ser distribuído o cartaz com a foto da auxiliar de escritório Verônica Souza de Leão, de 21 anos, e do cabo da Marinha Diogo Moreira Quadro, de 23.

Verônica e Diogo estavam desaparecidos desde a noite de quinta (13), após saírem para fazer compras em um supermercado no Centro de Niterói, na Região Metropolitana.

Noivado seria na véspera de natal

Verônica e Diogo namoravam havia dois anos e meio. A data do casamento já estava marcada e o noivado seria comemorado no dia 24 de dezembro.

Na noite de 13 de dezembro, as câmeras de segurança do supermercado registraram a saída do casal em dois horários, às 19h e 21h30, mas as imagens não foram divulgadas.

A partir de meia-noite, a família começou a ligar para os telefones de Verônica e Diogo. Neste horário, os telefones ainda estavam chamando.

O caso é investigado pela 73ª DP (Neves), em São Gonçalo. Quem tiver informações sobre o caso pode ligar para o Disque-denúncia, no telefone 21 - 2253-1177.


Casal achado morto dentro de carro é enterrado na mesma sepultura

Fonte: G1