Casal homossexual alega ter sido expulso de táxi após se beijar

Casal homossexual alega ter sido expulso de táxi após se beijar

Taxista afirma que casal se negou a parar com carícias dentro do veículo.

Um casal homossexual alegou ter sido expulso de um táxi, na saída do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), na Ilha do Governador, após trocar beijos e carícias na manhã desta sexta-feira (21). As informações são da Polícia Civil.

O taxista prestou depoimento na 37ª DP (Ilha do Governador) e afirmou que pediu ao casal que parasse com a troca de carícias dentro do veículo. Os homens se negaram e o motorista teria pedido que eles se retirassem.

O caso foi registrado como injúria na delegacia e será encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim). A pena prevista no código penal para este crime varia de um a seis meses de detenção ou multa.

Fonte: G1