Ceir inicia estimulação precoce de crianças com microcefalia

O serviço é gratuito, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

O Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) iniciou a estimulação precoce de crianças com microcefalia relacionada ao Zika Vírus, na Clínica de Microcefalia da instituição. 

A Clínica de Microcefalia do Ceir, implantada há uma semana, atende crianças diagnosticadas com microcefalia na Maternidade Dona Evangelina Rosa ou no Centro Integrado de Saúde Lineu Araújo. O serviço é gratuito, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).  

O programa de reabilitação do Ceir voltado para crianças com microcefalia trabalha grupos de estimulação precoce, com estímulos para o desenvolvimento motor, cognitivo, social, sensorial e linguagem da criança; grupos de acolhimento, trabalhando o afeto entre mães e filhos, com orientações sobre o cuidado com a criança com microcefalia; atendimentos individuais de fisioterapia; e cursos para pais ou cuidadores. 

Segundo portaria do Ministério da Saúde, as crianças com microcefalia devem permanecer em reabilitação de zero a três anos de idade. "Essa estimulação precoce tem como objetivo potencializar ao máximo as capacidades que a criança pode ter e minimizar possíveis sequelas", explica a neuropediatra do Ceir, Juliana Barbosa.

A capacidade inicial de atendimentos do centro é de 200 pacientes, podendo ser ampliada de acordo com a demanda. A Clínica de Microcefalia do Ceir é resultado de uma articulação entre a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) e o Ministério da Saúde.

Fonte: Com informações do Portal do Governo