"Dever cumprido", afirma pai de menino que devolveu R$ 1,5 mil

"Dever cumprido", afirma pai de menino que devolveu R$ 1,5 mil

Lucas, de 12 anos, caminhava com o irmão e um amigo quando encontrou uma carteira com R$ 1,5 mil. Ele a devolveu para Dona Evanir, de 74 anos.

Um momento de honestidade deixou um menino famoso nesta semana no Sul do Brasil. Lucas, de 12 anos, caminhava com o irmão e um amigo quando encontrou uma carteira com R$ 1,5 mil.

?Eu tropecei na carteira. Abri e vi que tinha o número dentro. Na hora pensei em devolver?, conta Lucas Rosa.

Na sexta-feira, ele reencontrou a dona da carteira, Dona Evanir, de 74 anos. ?Agradeço de todo o meu coração e que seja um homem bem feliz na sua vida?, ela diz.

A carteira guardava a pensão e a aposentadoria da Dona Evanir. ?Pago luz, água, comida?, ela conta.

Lucas mora com o irmão Ozeas e o pai, que é pedreiro. A casa ainda está em construção, mas o caráter dos meninos já está bem alicerçado pelo pai que, há nove anos, cria o Ozeas e o Lucas sozinho.

Enéas conta o que foi mais difícil na educação dos meninos: ?Ensiná-los a separar o bem do mal, a respeitar as pessoas. É muita emoção e muito orgulho também. Porque é a certeza que o dever está cumprido?, diz o pai do menino.

O gesto de Lucas comoveu e inspirou novos atos de solidariedade. O xará Lucas, de 8 anos, abriu mão de um de seus bens mais preciosos. Deu o videogame dele para o novo herói de Porto Alegre. ?Eu fiquei feliz em ajudar alguém?, diz o menino.

Mais importante do que o presente, é a nova amizade que foi feita.

Fonte: G1