Chás ajudam a amenizar excessos na alimentação nos pós-festas de fim de ano

Depois da ceia farta, muitos sofrem com as consequências dos exageros. Nesse caso, há quem tenha soluções simples e da própria natureza para amenizar os efeitos do consumo em excesso

Peru, farofa, panetone, bebida e todas aquelas delícias que são indispensáveis na ceia natalina trazem muito mais que bons momentos de sabor e compartilhamento com a família. Quem exagera nesses itens tende a sofrer as consequências no dia seguinte, seja com uma simples azia ou com um incômodo ainda maior.

E assim como a receita secreta da rabanada da vovó, os mais antigos mantêm a tradição de fazer preparações com ervas e especiarias que podem aliviar de imediato os excessos trazidos pelas festas de final de ano.
No Mercado Central de Teresina, onde as especiarias são o carro-chefe de muitos permissionários, os produtos mais indicados para dar uma boa aliviada no estômago pós-ceia foram a canela em pau, a sena e o boldo-do-chile.

Segundo a vendedora Rosane Lima, o ideal é consumir um chá reforçado de boldo antes e depois de cair na esbórnia alimentar: “É sempre bom tomar o chá do boldo-do-chile antes da ceia, e depois dela também. O efeito é na hora, quase que imediato”, recomenda.

E a procura por esse tipo de mercadoria aumenta consideravelmente neste período do ano. Para Edcácio de Lima, mais conhecido como “Gago”, as pessoas seguem a tradição e não deixam faltar especiarias medicinais na despensa.

“Sempre temos que estar repondo o estoque, porque o pessoal compra muito. É uma forma de se cuidar e não deixar que os excessos atrapalhem as festas com a família”, finaliza o comerciante.

Fonte: Virgínia Santos e Lucrécio Arrais