Chegada de refugiados na Europa passa de 1 milhão em 2015

A grande maioria chegou por mar pelo território grego.

O número de refugiados e migrantes que chegaram por terra e mar à União Europeia ultrapassou 1 milhão neste ano, enquanto mais de 3.600 morreram ou desapareceram, informaram a agência de refugiados da ONU e a Organização Internacional para as Migrações (OIM) nesta terça-feira (22).

Metade dos que chegaram eram sírios que fugiram da guerra em seu país, 20% eram afegãos e 7% eram iraquianos, disseram as duas agências em comunicado conjunto.

De um total de 1.005.504 desembarques na Grécia, Bulgária, Itália, Espanha, Malta e Chipre até 21 de dezembro, a vasta maioria, 816.752, desembarcou por mar na Grécia, informou a OIM.

"Sabemos que a imigração é inevitável, é necessária e desejável", disse o diretor-geral da OIM, William Lacy Swing, em nota.

Mais de 3.600 morreram ou desapareceram (Crédito: Reprodução)
Mais de 3.600 morreram ou desapareceram (Crédito: Reprodução)


A agência de refugiados da ONU, Acnur, estima que as chegadas continuarão em ritmo similar em 2016, mas o porta-voz da OIM, Joel Millman, disse que é impossível prever números futuros.

"Muita coisa está em jogo, a resolução da guerra síria, e a disposição das ações de proteção fronteiriça na Europa", disse.

O movimento recorde de pessoas à Europa é um sintoma de um nível recorde de perturbações ao redor do mundo, com números de refugiados e deslocados superando 60 milhões, informou o Acnur na semana passada.

Fonte: G1