Chevrolet dedica Trailblazer ao público mais endinheirado; fotos

Chevrolet dedica Trailblazer ao público mais endinheirado; fotos

Segundo Santiago Chamorro, diretor de marketing e pós-vendas da Chevrolet,

Depois da noite de gala para o pequeno Onix, a GM dedicou sua apresentação no Salão do Automóvel de 2012 aos grandalhões que devem cativar as classes A e B, Chevrolet Trailblazer e a nova geração do sedã Malibu.

Por ora, apenas o SUV é oficial: desenvolvido no Brasil junto com a picape S10, de quem herda plataforma e visual, chega no final de outubro para ser opção sofisticada e de conteúdo da marca, embora sem preço definido (o piso, no entanto, ficará acima de R$ 100 mil). Ou seja, o oposto do que era o antigo Blazer, tradicional "carro de polícia".

Segundo Santiago Chamorro, diretor de marketing e pós-vendas da Chevrolet, "não será um carro de grandes volumes, mas completo, competitivo e ancorado por tradição da S10 e rede de 600 lojas no país". Traduzindo, sete lugares, motores V6 a gasolina de 239 cv e 2.8 turbodiesel de 180 cv, ambos com câmbio automático de seis marchas, e versão única LTZ.

A história do novo Malibu é outra: apresentado em Frankfurt 2011, há um ano, vem apenas como showcar, segundo executivos. A meta é experimentar a reação do brasileiro, que já está de olho no novo Ford Fusion.

Só experimentar? A configuração é "real", pronta para exportação, com motor Ecotec 2.4, fabricada na Coreia (como o Sonic) e disponível no Uruguai.

Há como peitar o Fusion? Os EUA testam o motor 2.0 turbo, ainda não homologado para a gasolina existente no Brasil. Nada impede, porém, que num futuro próximo uma ou ambas as versões estejam disponíveis por aqui.















Fonte: UOL