Chile opta por modelo nipo-brasileiro de TV digital

O Chile é o quarto país a adotar o sistema --Peru e Argentina também escolheram

 O governo chileno informou o governo brasileiro que vai adotar o padrão nipo-brasileiro de televisão digital. O anúncio deve ser feito pela presidente Michelle Bachelet nos próximos dias.

O Chile é o quarto país a adotar o sistema --Peru e Argentina também escolheram este modelo. O presidente venezuelano, Hugo Chávez, também afirmou que está na fase final de negociações com Brasil e Japão para a aquisição do sistema de TV digital. O Equador também já disse que estuda utilizar o modelo nipo-brasileiro de televisão digital. Brasil Pouco mais de um ano e meio após seu lançamento, em São Paulo, a TV digital é vista por apenas 3% da população brasileira.

O sistema está presente em 22 cidades/metrópoles, onde se concentram 53% dos 53,4 milhões de domicílios com TV. Nesses domicílios, vivem 95,2 milhões de pessoas, ou 49,8% da população brasileira. A Globo é a rede com maior cobertura digital. Seu sinal cobre 46,5% da população, e chega agora à região Norte, a partir da afiliada Televisão Liberal.

A Record cobre 22% da população, porém está restrita a cinco capitais (SP, Rio, Belo Horizonte, Goiânia e Aracaju). SBT e Rede TV! cobrem 19,4% da população e a Band, 15,7%. A TV digital brasileira estreou oficialmente em 2 de dezembro de 2007, com uma festa para políticos e radiodifusores na Sala São Paulo (centro). Cerca de um ano depois, 0,3% da população tinham acesso ao sinal. A interatividade, divulgada como principal chamariz do sistema para este semestre, só deve chegar efetivamente aos televisores em 2010, segundo o Fórum SBTVD (Sistema Brasileiro de TV Digital). Ainda de acordo com o órgão, existem 1,6 milhão de receptores de televisão digital no Brasil.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br