China retira proibição de entrada de portadores do vírus da Aids

Decisão foi elogiada pela Organização das Nações Unidas

Pequim anunciou, nesta terça-feira (27), a retirada de restrições à entrada de estrangeiros portadores do vírus HIV na China, devido à proximidade da abertura da Exposição Mundial de Xangai que ocorrerá no sábado.

O governo informou que uma emenda à lei suprimiu a proibição que impedia os portadores da Aids de entrar no país. A medida foi publicada no site do governo.

Milhões de visitantes, entre eles quatro milhões de estrangeiros, são esperados durante os próximos seis meses durante a exposição de Xangai.

A decisão foi elogiada pela Organização das Nações Unidas (ONU). "Eu parabenizo o presidente Hu Jintao pela decisão de retirar as restrições contra os portadores do vírus HIV", declarou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em um comunicado.

Segundo ele, as sanções e restrições dificultam a política global de luta contra a doença. Ban Ki-moon convidou "os outros países onde existem ainda tais restrições a seguir o exemplo chinês urgentemente".

De acordo com as estatísticas oficiais, a China tem cerca de 740 mil portadores do vírus HIV.

Fonte: g1, www.g1.com.br