Chinês mata os própios pais e cozinha partes dos corpos com arroz

Segundo as informações, ele e o amigo, Tse Chun-kei, 36 anos, teriam cozinhado algumas partes dos corpos com arroz.

Um chinês está sendo julgado pelo assassinato de seus pais depois de a polícia encontrar as cabeças congeladas, além de outras partes de corpos guardadas em geladeiras ou lancheiras. As informações são do The Mirror.

A publicação não especificou quando o crime aconteceu.

Chau Hoi-leung, 30 anos, teria convidado os pais para jantar em seu apartamento em Hong Kong, quando os teria matado a facadas com a ajuda de um amigo. Chau Wing-ki, 65 anos, e Siu Yuet-yee, 62 anos, tiveram partes de seus corpos escondidos em geladeiras e lancheiras, sendo conservadas no sal.

A polícia desconfiou do crime após o próprio Chau Hoi-leung avisar sobre o desaparecimento dos pais, alegando que eles teriam falado que viajariam a passeio. Desconfiados, oficiais da polícia procuraram o apartamento do chinês e encontraram a cena do crime – onde ainda havia sangue.

Duas geladeiras, uma panela elétrica de arroz e diversas facas também foram encontrados no local, e teriam sido usados para a execução do crime. Segundo as informações, ele e o amigo, Tse Chun-kei, 36 anos, teriam cozinhado algumas partes dos corpos com arroz.

O juiz acredita que o crime foi premeditado. O chinês tentou se justificar dizendo que os pais teriam o "abandonado" e que "não aceitavam seu estilo de vida". O acusado alegou que estava “fora de si” ao cometer o crime. O julgamento ainda está em andamento.

Fonte: Mirror