""Chuva de granizo em Floriano veio do Maranhão"", diz Secretaria do Meio Ambiente

A chuva chegou ao Maranhão e foi transportada pelos ventos até o Piauí

A Ger?ncia de Hidrometeorologia da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos H?dricos (Semar) alertou para a possibilidade do fen?meno que aconteceu, na tarde de ter?a-feira (23), em Floriano, quando a cidade foi atingida por chuva de granizo. Com o alerta "N?o ? descartada a possibilidade de eventos extremos no Estado", a Ger?ncia distribuiu um boletim, na manh? do mesmo dia, em que chama a aten??o para uma queda brusca de temperatura no Maranh?o, com possibilidade de chuva.

A chuva chegou ao Maranh?o e foi transportada pelos ventos at? o Piau? encontrando uma massa de ar quente no munic?pio de Floriano, onde ocorreu o choque t?rmico. Segundo o meteorologista Mainar Medeiros, da Semar, o fen?meno do granizo aconteceu de forma precipitada: "o que era ?gua se transformou em gelo", explicou.

O mesmo boletim da Ger?ncia alerta que entre os dias 23 a 25 de setembro de 2008, a umidade relativa do ar estar? flutuando em n?veis de alerta com valores entre 20% a 40%. Ao atingir Floriano, a massa fria que vinha do Maranh?o encontrou a cidade em momento de ?ndice de umidade do ar muito baixo. Granizo ? a forma de precipita??o de part?culas s?lidas de gelo, transparentes ou transl?cidas, que podem medir de 5mm a um tamanho de uma laranja; o recorde das maiores pedras de granizo foi alcan?ado em Bangladesh, onde cada pedra pesava cerca de 5 quilos.

Segundo estudos de cientistas e meteorologistas, a forma??o do granizo "ocorre nas nuvens do tipo cumulonimbus, que podem chegar a alturas de at? 1.600 m. No interior dessas nuvens, as freq?entes correntes de ar elevam o vapor de ?gua condensado ?s maiores altitudes, passando acima da linha Isot?rmica, que ? de 0?C, assim, essas got?culas de ?gua se congelam at? terem o peso suficiente para cair. Dependendo de certas condi?es, as pedras de gelo podem ser t?o pequenas que chegam a cair sobre o solo j? na forma l?quida. Entretanto, a forma??o do granizo depende das condi?es de umidade e da velocidade e intensidade dos movimentos internos dos n?cleos de gelo?.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br