Chuva deixa duas crianças mortas e 500 mil sem energia elétrica em Alagoas

Em São Miguel dos Campos, duas crianças morreram soterradas e três ficaram feridas

Duas crianças morreram e cerca de 500 mil pessoas ficaram sem luz no alto sertão de Alagoas por causa das fortes chuvas que atingem o Estado desde a madrugada desta quarta-feira. Santana do Ipanema, Maravilha, Dois Riachos, Cacimbinhas, Poço das Trincheiras e Ouro Branco estão sem luz.

Em São Miguel dos Campos, duas crianças morreram soterradas e três ficaram feridas. Dois dos feridos estão em estado grave e foram levados para o Hospital Geral do Estado, em Maceió. Em Delmiro Gouveia, o açude ameaça romper.

Na capital alagoana, pelos dados da Defesa Civil, há dois registros de deslizamento de terra e seis pessoas soterradas, no bairro da Pitanguinha, na parte alta da cidade. O trânsito foi desviado porque o riacho Salgadinho, que corta a cidade, ameaça transbordar.

Um muro do Quartel do Exército caiu e atingiu três carros. Ninguém se feriu. De acordo com a assessoria da Companhia de Saneamento de Alagos (Casal), foram feitos registros de falta de água em partes da capital, mas um relatório ainda deve ser divulgado sobre o assunto.

Segundo a Companhia Energética de Alagoas (Ceal), uma linha de transmissão entre as cidades de Inhapi e Santana do Ipanema caiu por causa do temporal. Equipes da Ceal estão no local desde a madrugada, mas a chuva atrapalha os trabalhos.

Fonte: Terra, www.terra.com.br