Ciclovias vão interligar várias regiões na capital do Piauí

A construção de mais ciclovias em Teresina vai ser iniciada pela Avenida Raul Lopes, na zona Leste, e deve interligar várias regiões de Teresina

As ciclovias de Teresina deverão ser integradas e ligar algumas regiões da cidade, a partir dos próximos meses. A continuidade desses corredores para tráfego de ciclistas é a proposta do projeto da Gerência de Articulação e Planejamento Urbano da Secretaria Municipal de Planejamento. As adequações devem iniciar pela Avenida Raul Lopes, dentro de 15 dias.

A Operação Ciclovias visa fazer uma abrangente intervenção nos parques do Poti e resolver o problema de continuidade no sistema, que hoje não contempla a zona Sudeste, nem acessos às universidades públicas, bem como não possui nenhum percurso circular integrado.

O projeto traz uma ciclovia de percurso contínuo e integrado, valorizando áreas de parque e entorno dos rios, sem comprometer o trânsito de veículos automotores, proporcionando, além da mobilidade urbana, a prática do ciclismo esportivo, e é uma oportunidade de integrar as zonas Norte, Sul, Leste, centro e Sudeste em uma única ciclovia circular.

Ciclista desde a década de 1980, John Correia aponta, além da falta de ciclovias, a pouca importância com que o ciclismo é encarado na cidade, tanto por gestores, motoristas quanto até mesmo por muitos ciclistas que trafegam pela capital.

?Os gestores não veem a bicicleta como um meio de transporte a ser respeitado. As pessoas que andam de bicicleta pecam na condução do meio de transporte.

Mesmo onde há ciclovia, muitos ainda insistem em andar fora delas. Já os condutores ainda não acordaram para o fato de que ciclistas e pedestres devem ser respeitados no trânsito?, reclamou.

Já o estudante Joacy Araújo comprou uma bicicleta recentemente e já reclama das dificuldades de trafegar pela cidade. ?Vou para o trabalho de bicicleta e o que percurso que eu faço não tem ciclovias.

Já imaginava que não seria fácil trafegar de bicicleta pela cidade, mas algumas coisas ainda me pegaram de surpresa. Acho necessário o aumento do número de ciclovias na cidade, mas também o respeito de quem anda de carro e moto em relação a quem pedala?, afirmou.

A secretária Executiva de Planejamento Urbano de Teresina, Kaky Afonso, garante que boa parte desses problemas será solucionada. O projeto a ser implantado na cidade deverá integrar vias importante como as Avenidas Marechal Castelo Branco com Barão de Castelo Branco e Wall Ferraz.

O trecho da Avenida Marechal Castelo Branco que se liga à Duque de Caxias, na zona Norte da cidade, também será integrado pelos corredores para ciclistas. Avenidas como Visconde da Parnaíba e Petrônio Portella também contarão com as ciclovias.

Fonte: Pollyana Carvalho