Cidade pernambucana registra 42 tremores de terra em seis dias

Equipe de pesquisadores da UFRN foi enviada à cidade.

A cidade de Alagoinha, em Pernambuco, registrou 42 tremores de terra de baixa intensidade entre o dia 3 de março e a manhã desta terça-feira (9).

O coordenador do departamento de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Joaquim Ferreira, explicou ao G1 que o tremor mais forte teve magnitude de 3,2 na escala Richter e ocorreu às 20h14 da segunda-feira (8).

De acordo com Ferreira, vários moradores sentiram os tremores, porém não há relatos de danos ou vítimas. ?Nessa região, historicamente, não é conhecida nenhuma atividade sísmica. É um fato novo nesse local. Não conhecemos o motivo pelo qual os tremores estão ocorrendo no momento?, afirmou.

Uma equipe de pesquisadores da UFRN foi enviada à cidade para entender o fenômeno. ?Esses pesquisadores vão verificar os efeitos dos tremores, conversar com as pessoas que sentiram o fenômeno e vão tentar identificar as causas?, disse.

O monitoramento das atividades sísmicas está sendo feito por uma estação digital instalada no município de Sanharó (PE). O equipamento possui ligação direta com o laboratório da UFRN.

Fonte: g1, www.g1.com.br