Cientistas desenvolvem chip para cegos voltarem a enxergar

Ao receber luz, eles emitem impulsos elétricos que estimulam terminações nervosas de retina e levam informação visual ao cérebro.

Cientistas da Universidade Stanford, da Califórnia, desenvolveram um chip milimétrico que promete devolver a visão a indivíduos que sofrem de degeneração muscular, doença caracterizada pela morte das células receptoras de luz de retina. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

A inovação obteve sucesso no teste com ratos e a previsão é que seja testada em humanos dentro de um ano. O norte-americano Daniel Palanker, responsável pela tecnologia, licenciou a ideia para a empresa francesa Pixium Vision.

O ideia é substituir as células por chips de 2 mm, feitos de material similar aos que existe em painéis solares. Ao receber luz, eles emitem impulsos elétricos que estimulam terminações nervosas de retina e levam informação visual ao cérebro.

Os aparelhos que serão testados no ano que vem pela Pixium possuem 65 micrômetros de largura, uma resolução ainda baixa comparada ao tamanho das células fotorreceptoras naturais do olho humano, com cinco micrômetros.

Fonte: Catraca Livre