Aos 79 anos, morre o pai do senador Ciro Nogueira

Ele estava internado no hospital Prontomed, onde lutava contra um câncer no pulmão.



O ex-deputado Ciro Nogueira morreu, aos 79 anos, na manhã desta quinta-feira (28). O pai do senador Ciro Nogueira estava internado no hospital Prontomed, onde lutava contra um câncer no pulmão.

O médico e deputado estadual do PSB, Francisco Ramos, disse que Ciro Nogueira foi internado inicialmente no Hospital São Marcos e teve uma piora e foi transferido para o Prontomed anteontem.

O médico disse que preparou o corpo que será velado na Assembleia Legislativa a partir das 13horas e sepultamento será na manhão desta sexta-feira no Cemitério São José, na zona Norte de Teresina.

?Ciro Nogueira, foi a São Paulo iniciar o tratamento com a quimioterapia, teve uma grande melhora, depois piorou e começou a se tratar com radioterapia. Ele estava bem, mas em pouco tempo começou com dispneia, falta de ar e a partir disso teve um derrame pleural. Foi submetido a uma cirurgia e esvaziou o derrame pleural. Ele ficou bem em casa se recuperando. E agora teve uma nova crise. Essa nova crise foi apontado que mais uma vez ocorreu um derrame pleural. O derrame pleural é um tipo de derrame da pleura. Há três dias ele veio para o Prontomed e aqui foi feito uma pulsão, mas não teve mais jeito e entrou em insuficiência respiratória aguda e veio a falecer?, declarou Ramos.

Segundo ele, Ciro Nogueira tem um legado em Teresina, era um homem que veio do interior. ?Sou amigo dele, é uma amizade que começou com Nogueirinha, seu irmão, em 1960. Eu cheguei aqui em Teresina e nos associamos até no seu ponto de vista no MDB, um antigo partido, mas essa ligação com Nogueirinha se transferiu para Ciro e nós ficamos amigos-irmãos. Eu morei na casa dele três meses, quando vim estudar em Teresina. Meus filhos chamavam ele de tio, como os filhos dele me chamam de tio. Vou sentir muito a sua falta?, finalizou o médico e deputado Francisco Ramos.









Histórico

Formado em Direito pela Faculdade Federal de Direito do Piauí (atual UFPI), Ciro Nogueira era empresário e advogado.

Sua carreira política começou como secretário da Executiva Regional do PTB ,em 1960, passando pelo MDB e PMDB ao longo do Regime Militar de 1964.

Eleito deputado federal em 1982, deixou o PMDB e migrou para o PFL. Em 1986 disputou sem sucesso uma cadeira no Senado. Quatro anos depois, no ano de 1990, retorna ao parlamento federal, novamente como deputado.

Retirou-se da cena política ao final do seu mandato, em 1994. Entretanto, doze anos depois, já filiado ao PP, aceitou ser vice na chapa encabeçada por Mão Santa (PMDB) ao Governo do Estado. Ambos foram derrotados pelo então governador Wellington Dias (PT), que se reelegeu naquele pleito.





Fonte: Portal Meio Norte