Cirurgia feita pela atriz Angelina Jolie já é realizada há mais de 20 anos no Piauí

Cirurgia feita pela atriz Angelina Jolie já é realizada há mais de 20 anos no Piauí

O mastologista Luís Airton, esteve nos estúdios do programa e falou sobre o assunto.

A atriz Angelina Jolie declarou que passou por uma dupla mastectomia preventiva, uma cirurgia para retirada dos seios. A revelação foi feita em um artigo chamado "My Medical Choice", publicado no jornal americano ?The New York Times? nesta terça-feira (14).



O mastologista Luís Airton, esteve nos estúdios do programa Agora e falou sobre o assunto.

Angelina, de 37 anos,  diz que descobriu ter um "defeito" no gene chamado BRCA1. Os médicos disseram que ela tinha 87% de chances de desenvolver um câncer de mama, e 50% de ter um câncer no ovário.

Segundo Luís Airton, o tecido glandular da mama é onde se desenvolve o câncer. ?A medida que a pessoa envelhece o tecido glandular se transforma em gordura. O câncer se dá na glândula e alguns fatores colaboram para se fazer uma cirurgia como a que foi feita pela atriz?, disse o médico, acrescentando que o procedimento já é feito há mais de 20 anos.

?Ela não tirou as mamas, mas as glândula da mama. Um exame de genética foi feito para que fosse identificada a possibilidade dela ter câncer. A indicação da cirurgia é feita baseada em critérios rigorosos?, afirmou Luís Airton.

Ele falou ainda dos sinais que alertam para a possível existência de câncer mamário. ?Uma tumoração mamária, nódulos na axila, saída de secreções, mamilo de modo incomum. A dor não está diretamente relacionada ao câncer de mama. A cirurgia para retirada dos seios é acessível, mas os mastologistas indicam o procedimento somente com uma avaliação bem feita?, explicou Luís Airton.

O risco de necrose do mamilo existe após a cirurgia e ela não traz 100% de cura do câncer.

Fonte: Samara Costa