Cirurgia rara reconstitui pênis de menino de 10 anos arrancado por poodle da família

Com vergonha, ele não ia à escola há dois anos.e recuperou a autoestima após cirurgia

O drama de um menino alagoano de apenas 10 anos comoveu uma equipe médica no Rio de Janeiro. Ele teve o pênis arrancado por um poodle da família quando tinha 6 meses. Com vergonha, ele não ia à escola há dois anos.

No entanto, na semana passada, ele conseguiu fazer uma cirurgia de reconstituição do órgão. A operação foi realizada no Hospital Municipal Jesus, na Zona Norte do Rio.

Segundo a mãe da criança, com a operação, seu filho também recuperou a autoestima. ?Ele tinha muita vergonha dos colegas de escola, porque zombavam dele. Agora, ele terá uma vida normal", explica.

Acidente

A família mora na cidade de Delmiro Gouveia, Alagoas. De acordo com a mãe, o menino estava sozinho em casa no dia do acidente. ?Eu tinha saído para trabalhar e deixei-o com o pai. Quando voltei, meu ex-marido tinha saído e meu filho chorava muito. Quando fui ver, ele tinha sido atacado pelo cachorro. A partir desse dia, ele passou a sentir muitas dores na hora de urinar?, contou. Para ela, o animal deveria estar com fome, já que não era violento.

A mãe decidiu procurar ajuda quando o filho começou a questionar porque ele era diferente dos quatro irmãos e dos colegas da escola. ?Pedi dinheiro emprestado a um amigo, conhecido como Galego do Seguro, e trouxe meu menino para ser operado no Rio em abril deste ano?, disse.

Caso comove equipe médica

De acordo com o chefe da cirurgia pediátrica do Hospital Jesus, Nicanor Macedo, o caso sensibilizou toda a equipe médica. ?A primeira cirurgia foi realizada pela minha equipe em abril. Foi uma operação para desobstruir o canal da uretra, que estava quase fechado?, explica o médico, garantindo que, em 20 anos de profissão, nunca tinha visto um caso como este. Após a cirurgia, o menino voltou para Delmiro Gouveia para aguardar a nova operação.

Ainda segundo Nicanor, para realizar a segunda etapa da reconstituição do pênis foi preciso entrar em contato com o amigo e especialista Roberto de Castro, que mora na Itália e veio ao Rio para participar da cirurgia. ?Eu e minha equipe juntamos dinheiro para pagar a passagem?, conta.

Macedo explica que Castro é um dos pioneiros nesse tipo de operação. ?Já fez cirurgias pelo mundo todo. Esta é a primeira no Rio e a quarta do Brasil. As três anteriores foram em São Paulo e Salvador?, detalha.

A volta do menino ao Rio foi bancada pela prefeitura de Delmiro Gouveia, a pedido de Nicanor Macedo. ?Essa segunda cirurgia foi muito importante para ele recuperar sua identidade?, explica o médico.

Segundo a mãe, o filho não para de levantar o lençol para ver o resultado da cirurgia. ?Ele está radiante e louco para voltar à escola?, conta.

Etapas da cirurgia

De acordo com Nicanor, o pênis é reconstituído a partir de um retalho retirado da parede abdominal do paciente. ?Retiramos a pele com terminações nervosas e enrolamos para dar forma ao novo órgão?, explica o médico. O menino ficará em observação por mais um mês no Hospital Jesus.

Ainda segundo o chefe da cirurgia, quando a criança chegar à puberdade, será necessário fazer uma terceira cirurgia. ?Daqui a seis ou sete anos será preciso implantar uma prótese para que ele possa ter uma vida sexualmente ativa?, detalha.

Fonte: g1, www.g1.com.br