Cmeie entrega apenas parte da documentação solicitada por CPI

A presidência da entidade se comprometeu a entregar o restante dos documentos ainda hoje.

A direção da Comissão Municipal Expedidora de Carteiras Estudantis (CMEIE) entregou ontem aos vereadores que compõe a CPI da Câmara, que investiga as denúncias de corrupção na entidade, parte da documentação solicitada pelos parlamentares. O presidente da CMEIE, Edvan Silva, e vice Danilo Lopes, entregaram pessoalmente os documento aos vereadores Renato Berger (PSDB), Pastor Levino (PRB) e Paulo Roberto (PRTB).

De acordo com o vereador Levino, eleito representante da Câmara na CMEIE, a presidência da entidade se comprometeu a entregar o restante dos documentos ainda hoje. ?Estamos trabalhando para manter esse diálogo entre a Câmara e a CMEIE, para garantir que as investigações possam ser realizadas da melhor forma possível. Iremos aguarda a entrega na íntegra da documentação?, disse.

O presidente da CPI, vereador Renato Berger (PSDB), explicou que ficaram faltando documentos como a folha de pagamento dos funcionários. ?Estamos aguardando também o envio dos recibos fiscais de convênios com entidades estudantis, como os grêmios e centros acadêmicos, além da prestações de serviços?, esclareceu.

Renato Berger afirmou que a próxima etapa após a entrega da documentação será ouvir os envolvidos nas denúncias de corrupção. ?Agora chega a hora de colher os depoimentos. A Comissão sempre esteve trabalhando, mas muita coisa não pode ser feita porque não tínhamos conhecimento do conteúdo dessa documentação?, declarou.

Durante pronunciamento no plenário da Câmara, o vereador Paulo Roberto, autor das denúncias que resultaram na aprovação da CPI pela Casa, realizou duras críticas a administração da CMEIE. ?O que vem acontecendo nos últimos anos na CMEIE é uma imoralidade com o dinheiro público?, comentou. Roberto acusou o ex-vereador e agora deputado estadual Evaldo Gomes (PTC) de utilizar recursos da entidade para comprar votos nas eleições de 2010.

Fonte: Lídia Brito