Com doença rara, jovem baiana de 22 anos tem aparência de criança de 3 anos

Família pede ajuda para tratar a doença de Itamara

Itamara é uma jovem de 22 anos presa em um corpo de criança. Ela sofre da síndrome da regressão e tem a aparência de uma criança de três anos

 A família pobre, que mora no bairro de Fazenda Coutos, em Salvador, pede ajuda para o tratamento da jovem. Além de médicos, ela precisa também de alimentos.

 A jovem precisa de cuidados especiais. Ela não fala e nem anda. Para piorar o drama da família, o leite, alimento que não pode faltar na casa, está no fim. A mãe da jovem, a doméstica Leidiane Oliveira, conta que às vezes falta alimentação para Itamara

Leidiane disse que, descobriu a doença quando, Itamara ainda era pequena.

— Levei ao hospital, chegando lá, a pediatra passou uma tomografia e deu que ela estava com síndrome de regressão

Leidiane tem 11 filhos e não tem marido. Além do Bolsa Família, ela conta com a ajuda do filho mais velho, Lucas Silva, que trabalha como servente para sustentar a família

A museóloga Lenice Gomes, voluntária de um projeto que ajuda pessoas carentes, faz uma apelo para salvar a vida de Itamara.

— É uma criança que precisa de atendimento médico, de um acompanhamento de nutrição. Além de objetos para o conforto, (ela precisa) principalmente a saúde, tratar de Itamara é primordial. É uma doença rara, é uma em um milhão, e que precisa de atenção





 

Fonte: R7