Comerciantes do Troca-Troca pedem por melhorias de estrutura

O comerciante José Edmar, foi um dos primeiros a comercializar em plena Avenida Maranhão, ponto que posteriormente viria a ser o troca-troca.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTE SÁBADO (06) DO JORNAL MEIO NORTE.

Fundado em 1985, o Troca-Troca é um dos pontos de comércio e turismo mais antigos de Teresina, porém sofre com problemas de infraestruturada, além da falta de apoio local. Projetos de revitalização são estudas pela SDU Centro/Norte, mas nada foi confirmado quanto ao prazo. Enquanto isso, comerciantes que tiram todo o sustento de sua família através da venda e troca de produtos, continuam a esperar pela melhoraria do local.

O comerciante José Edmar, foi um dos primeiros a comercializar em plena Avenida Maranhão, ponto que posteriormente viria a ser o troca-troca. “Estou há 37 anos no troca. No início, não tínhamos cobertura e ficávamos no sol e na chuva. Somente durante a década de 80 foi construído cobertura pela Prefeitura da época, sendo que o formato continua o mesmo”, afirma.

José conta que são os próprios comerciantes que se organizam para melhorar o funcionamento e estrutura do local. “Nos organizamos para arrecadar dinheiro com a limpeza da área e vigia a noite”, ressalta.

Segundo João Pádua, superintendente da SDU Centro/Norte, uma das reivindicações dos comerciantes já está sendo resolvida. “Estamos trabalhando com a revitalização de acessibilidade, com estacionamento rotativo de 62 vagas para táxis, moto táxi, pessoas com deficiência e idosos, tanto para o Shopping da Cidade como para o Troca a Troca”.

Fonte: Daniely Viana