Saiba como superar seu medo e vergonha na hora do sexo

Saiba como superar seu medo e vergonha na hora do sexo

Como superar o medo e a vergonha no sexo

Na hora da relação sexual, nada mais comum do que sentir vergonha do próprio corpo. As gordurinhas incomodam, assim como as celulites e estrias. Porém, muitas mulheres levam esses pequenos problemas tão a sério que não conseguem relaxar na hora H e acabam perdendo a vontade de transar. Está passando por isso? Então veja algumas dicas para perder o medo e aceitar seu corpo:

Seja realista

Está muito insatisfeita com o corpo e não consegue relaxar? Segundo o psicoterapeuta Gustavo Souza, o sexo é um momento íntimo que exige autoconfiança: ?O sexo é geralmente um momento de grande intimidade, de entrega, de exposição. Para sentir-se mais segura, a mulher deve estar o mais satisfeita possível com seu corpo e também com sua performance. Ela deve ser realista, não almejar obter um corpo incompatível com seu biotipo e não se frustrar demais por não alcançar seu ideal de beleza?, diz o psicoterapeuta.

Aceitação

Se você não aceita o seu corpo e não gosta de si mesma, quem vai gostar? O caminho é aceitar os seus defeitos e valorizar suas qualidades. O problema de baixa autoestima é comum entre as mulheres. Já parou para pensar que muitas vezes você está encanando demais com bobeiras? Gustavo Souza afirma: ?A maior reclamação das mulheres em relação ao próprio corpo vem na verdade da imagem que a própria mulher faz de si. Em geral, os maiores vilões são as velhas conhecidas estrias, celulite e também gordurinhas em lugares indesejados. A mulher costuma ter um olhar muito mais crítico sobre si do que o público masculino, que geralmente não se atém tanto a pequenos detalhes?. Se os homens são tranquilos em relação aos defeitinhos, não se importe tanto com detalhes: relaxe e aproveite o momento a dois.

Como melhorar?

Gustavo dá algumas dicas de como perder a vergonha: ?Caso a mulher não esteja plenamente satisfeita com seu corpo, pode usar alguns artifícios, como um ambiente mais escuro ou uma roupa que valorize seus melhores atributos?. Segundo a sexóloga Carla Cecarello, é importante realizar algumas atividades para melhorar a autoestima: ?Fazer exercícios físicos, dançar e sair com amigas ajuda muito. Leitura e até mesmo psicoterapia para casos mais complicados seria o ideal?.

Converse com o parceiro

Tente contar para o parceiro que você está insatisfeita e explique os motivos pelos quais você se sente desconfortável. Ele precisa entender o que você acha e te ajudar a encontrar uma solução. ?Alguns homens têm dificuldade em lidar com mulheres de baixa autoestima. Eles não têm muita paciência e acabam se irritando facilmente. O ideal é que eles possam receber orientação sobre a fase em que a mulher se encontra, as mudanças físicas e comportamentais existentes nesta fase. Conversar com a parceira, entender o que elas estão sentindo, o que pensam deste momento da vida, ter uma atitude acolhedora, carinhosa, ?dar um colo? pode ser extremamente benéfico para ambos?, afirma Carla.

Fonte: ;o