Composto químico faz células cancerígenas se autodestruírem

Ele é mais efetivo em caso de câncer de mama

Um avanço animador na medicina foi publicado na última segunda-feira na revista “Proceedings of The National Academy of Sciences” (PNAS): um fármaco fez com que células cancerígenas se autodestruíssem.

A descoberta deste composto químico foi de uma equipe de cientistas do Instituto de Pesquisa Scripps (TSRI), na Flórida, Estados Unidos. Ele age com mais precisão do que qualquer tratamento existente atualmente.

A descoberta mostra que o remédio ataca, inclusive, as células ocultas de câncer e sem afetar as que permanecem saudáveis.

Na explicação do professor Matthew Disney, que liderou a equipe de pesquisa, o composto ativa um mecanismo pelo qual as células cancerígenas “se matam” de forma “programada”.

Se aprovado, basta incluir a descoberta do composto químico contra câncer que já existem, tornando o tratamento mais rápido, eficaz e menos agressivo.

Um outro dado animador é que ele é mais efetivo em caso de câncer de mama e os pesquisadores acreditam também que poderá ser usado para combater outros males, como zika e ebola.

Image title

Fonte: Com informações do Razões Para Acreditar