Comum em residências do Piauí, planta pode causar a morte; saiba

Contato com as toxinas pode se dar pelos olhos, boca e pele.

Residências, estabelecimentos comerciais e até praças da região Nordeste, mais espeficicamente do Piauí, possuem a famosa “Comigo-ninguém-pode” ou “Aningá-do-Pará”. O que muita gente não sabe, porém, é que ela pode ser uma planta assassina.

Um estudo feito pelo Departamento de Ciências em Plantas de Oxford diz que a  “comigo-ninguém-pode” possui oxalato de cálcio em sua estrutura, um composto venenoso que em contato com os olhos e boca pode causar maiores transtornos.

Outro estudo realizado pela Universidade Federal da Bahia, mostra que o contato com as toxinas da planta pode se dar de três formas: pelos olhos, boca e pele.

Os efeitos causados por ela são: fotofobia, conjuntivites e lesões na córnea – na boca como dores instantâneas, salivação, edemas na língua, úlcera, vômitos e diarreia – e na pele como dermatites, queimaduras graves e até mesmo o surgimento de bolhas.

No caso de ingestão, ocorre obstrução do sistema respiratório e umas das seguintes reações é o bloqueio da laringe, o que pode causar dificuldades respiratórias e até mesmo a morte.


Image title

Fonte: Com informações do UOL