Comunidade Padre Pio vive de doações e precisa de ajuda

Comunidade Padre Pio vive de doações e precisa de ajuda

A comunidade tem uma capacidade de abrigar 30 residentes

A Comunidade Terapêutica Padre Pio, criada em março de 2012, está localizada no bairro Socopo, zona leste de Teresina, e foi criada com a finalidade de prevenir e tratar dependentes químicos e alcoólatras, além de reinseri-los na vida social.

Atualmente ela sobrevive de apoio da população enfrentando algumas dificuldades. Em dois anos de fundação, apenas oito pessoas foram recuperadas. A sua maior necessidade está na aquisição de alimentos e camas para os internos. Todas as doações são feitas por familiares voluntários que se sensibilizam com a realidade da comunidade.

Um projeto criado recentemente intitulado ?Drogas Nunca Mais?, já possibilitou a recuperação e inserção de quatro cidadãos no meio social.

A comunidade tem uma capacidade de abrigar 30 residentes e atualmente está com 27 internos, todos regidos por um regulamento próprios.


Comunidade Padre Pio vive de doações e precisa de ajuda

Apesar das doações serem exclusivamente da população, a comunidade disponibiliza novas vagas para os interessados em deixar o mundo das drogas e do alcoolismo, o que caracteriza um desejo intenso em promover a recuperação de pessoas. As inscrições podem ser feitas junto à coordenação do projeto.

A sede está localizada à rua Oscar Filho, 4877 bairro Socopo, CEP 64063.200.

Na zona rural de Teresina, povoado Soim, numa área geográfica de 22 hectares, com edificação para residentes, campo de futebol, horta. Pocilga e capela.


Comunidade Padre Pio vive de doações e precisa de ajuda

Para ajudar, o interessado deverá entrar em contato com os coordenadores Edilson Pereira e Cilbênia Sousa, pelos números: (86) 9925-0372 / 99886450 e 9942-4279

Fonte: Denison Duarte