Comunidades terapêuticas do Piauí serão mapeadas pela Federação Norte e Nordeste

Comunidades terapêuticas do Piauí serão mapeadas pela Federação Norte e Nordeste

Ao todo, são 92 pesquisadores no Brasil, sendo 41 sob a supervisão de Célio Luiz Barbosa.

Nesta quarta, às 16h, acontece o lançamento do censo das comunidades terapêuticas, que vai mapear as entidades em todo o Brasil. Nas regiões Norte e Nordeste, a supervisão é feita pela Federação Norte e Nordeste de Comunidades Terapêuticas (FENNOCT), através do presidente Célio Luiz Barbosa. O evento será realizado na sede da FENNOCT, na rua São Pedro, 1841, centro.

O trabalho é uma parceira entre o Hospital de Clínicas de Porto Alegre, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul e a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Ao todo, são 92 pesquisadores no Brasil, sendo 41 sob a supervisão de Célio Luiz Barbosa.

O objetivo do mapeamento é descobrir quantas, onde estão localizadas e que tipo de atendimento prestam as comunidades terapêuticas em todo o país. Os pesquisadores terão três meses para concluir o levantamento. Em seguida, professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul vão analisar os dados e montar um mapa, que estará disponível à população a partir de agosto, através de um site.

Na opinião de Célio Luiz Barbosa, esses dados serão muito úteis para todo o Brasil, principalmente para a SENAD e para as Federações (FENNOCT, FETEB, Cruz Azul e FEBRACT). ?Poderemos atuar junto às entidades, adequando-as à RDC 29 (resolução que regulamenta as comunidades terapêuticas). Também será mais fácil conseguir financiamento estadual e federal?, afirma Célio.

Fonte: Jornal Meio Norte