Conciliação no trânsito agiliza serviço da Justiça

Conciliação no trânsito agiliza serviço da Justiça

Serviço tenta acordo entre partes envolvidas em acidentes de trânsito, no local do ocorrido

Uma união do Detran-Pi com o Tribunal de Justiça do Piauí criou o Justiça Móvel, serviço que procurar promover um acordo entre as partes envolvidas em conflitos de trânsito. Este ano, 334 acordos foram feitos, 75 só no mês de outubro, atingindo uma média de 60% de ocorrências que terminaram num acordo. ?Assim conseguimos dar uma celeridade ao processo, um norte?, disse a juíza Eliana Marcia, que coordena o serviço.

O Justiça Móvel conta com cinco conciliadores, um juíz e duas viaturas, vans equipadas com mesas, cadeiras, computador ar condicionado, como num escritório. O serviço é totalmente gratúito e voltado para a população, e especializado em casos de acidentes sem vítimas, voltado para danos materiais. Os conciliadores tentarão intermediar as partes a fim de se chegar a um acordo que seja justo para todos.


Conciliação no trânsito traz mais agilidade para justiça

Após o acordo feito, o caso vai para a homologação do juíz, tornando o processo bem mais rápido. ?Em casos em que não se chega a um acordo, os envolvidos já serão intimados à comparecer em audiência?, explicou a juíza Eliana Marcia. O Justiça Móvel funciona das 7 às 21 horas, de segunda a sexta. ?Nosso objetivo é tornar o serviço 24 horas por dia e de domingo a domingo?, afirmo a juíza.

Os telefones do Justiça Móvel são:

190 (Copom)

3215-4100

3215-4132

3221-9908

3221-9631

8815-9477

Fonte: Andrê Nascimento