10 concursos confirmados deveram oferecer 1,9 mil vagas até o fim do ano

Polícia Federal, Inmetro e Instituto Nacional de Meteorologia farão seleções

O segundo semestre de 2014 não será tão movimentado como o primeiro para quem pretende participar de concursos públicos, mas 1.960 vagas devem ser oferecidas até dezembro em seleções confirmadas ou já autorizadas pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, segundo levantamento.

O menor número em relação ao primeiro semestre, quando houve 6,6 mil vagas abertas, é explicado pelas eleições. Por restrição para nomeações, diversos concursos importantes, como da Caixa Econômica Federal e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), já foram realizados. Neste ano, os candidatos a órgãos estaduais e federais só podem tomar posse se os concursos foram homologados até 5 julho (três meses antes da votação).

As eleições não impedem que novos processos sejam abertos, então mais novidades podem aparecer nos próximos meses. O projeto de lei orçamentária entregue ao Congresso pelo Ministério do Planejamento, em setembro do ano passado, oferece uma margem de até 47.112 vagas para contratações por concurso público no Poder Executivo em 2014. Nesse total, estão 42.353 cargos vagos já existentes que, a critério da administração, poderão ou não ser usados; e outros 4.759 cargos reservados para a substituição de funcionários terceirizados.

Nos Poderes Legislativo e Judiciário, que poderão autorizar as contratações de forma independente, há uma margem de 5.438 vagas. Já nas Forças Armadas, são 7 mil postos.

Possibilidades de novas vagas

A partir da autorização dada pelo Ministério do Planejamento, os órgãos têm prazo de seis meses para a publicação do edital.

Já empresas públicas, como Correios, Banco do Brasil e Caixa Econômica, não precisam de autorização para promover concursos. Assim, o edital do concurso dos Correios ? para vagas de carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo (nível médio), além de cargos de nível superior ?, que era esperado para o fim de 2013, ainda não tem previsão de publicação. O órgão informou que "não há definição quanto à empresa e à data para realização do próximo concurso".

Outros órgãos fizeram pedidos para o Ministério do Planejamento para a realização de novos concursos públicos, mas ainda não foram atendidos. É o caso da Advocacia-Geral da União (AGU), Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

VEJA CONCURSOS QUE DEVEM PUBLICAR EDITAL ATÉ DEZEMBRO:

1) Agência Espacial Brasileira (AEB), autarquia vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação

66 vagas:

- 24 vagas para tecnologista (nível superior)

- 30 para analista em ciência e tecnologia (nível superior)

- 12 para assistente em ciência e tecnologia (nível médio)

Autorizado em 19 de fevereiro; edital deve sair até agosto.

2) Defensoria Pública da União (DPU)

Vagas para analista técnico administrativo, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, psicólogo, sociólogo, técnico em assuntos educacionais, técnico em comunicação social: jornalismo, técnico em comunicação social: relações públicas e técnico em comunicação social: publicidade e propaganda (todas de nível superior) e para agente administrativo (nível médio)

Organizadora: Cespe/UnB

Órgão informou que edital pode ser publicado ainda neste ano.

3) Exército

40 vagas:

- 30 vagas de nível superior para as áreas de engenharia da computação, engenharia cartográfica, engenharia de produção, administração, e contabilidade

- 10 vagas para nível médio

Autorizado em 28 de abril; edital deve sair até outubro.

4) Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro)

80 vagas:

- 39 vagas para analista executivo em metrologia e qualidade (nível superior)

- 11 vagas para pesquisador-tecnologista em metrologia e qualidade (nível superior)

- 2 vagas para especialista em metrologia e qualidade sênior (nível superior)

- 9 vagas para técnico em metrologia e qualidade (nível médio)

- 19 vagas para assistente executivo em metrologia e qualidade (nível médio)

Autorizado em 28 de maio; edital deve sair até novembro.

5) Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi)

140 vagas:

- 100 vagas para pesquisador em propriedade industrial (nível superior)

- 40 vagas para tecnologista em propriedade industrial (nível superior)

Autorizado em 27 de março; edital deve sair até setembro.

6) Instituto Nacional de Meteorologia

242 vagas:

- 44 vagas para analista em ciência e tecnologia (nível superior)

- 38 vagas para assistente (nível médio)

- 34 vagas para pesquisador (nível superior)

- 74 vagas para técnico (nível superior)

- 52 vagas para tecnologista (nível superior)

Autorizado em 27 de março; edital deve sair até setembro.

7) Ministério da Justiça

14 vagas de nível superior para o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisional e sobre Drogas (Sinesp)

Autorizado em 29 de julho; edital deve sair até janeiro de 2015.

8) Ministério da Saúde

748 vagas de nível médio e superior para as carreiras de carreiras de planejamento, gestão e infraestrutura e desenvolvimento tecnológico

Autorizado em 22 de janeiro; edital foi publicado em 22 de julho.

9) Polícia Federal

600 vagas para agente (nível médio)

Autorizado em 27 de março; edital deve sair até setembro.

10) Tribunal de Contas da União (TCU)

30 vagas:

- 12 vagas para auditor federal de controle externo, especialidade técnico administrativo (nível superior)

- 18 vagas para técnico federal de controle externo (nível médio)

Autorizado em 7 de julho.

Fonte: G1